A incessante generosidade das comunidades portuguesas em tempo de coronavírus

A incessante generosidade das comunidades portuguesas em tempo de coronavírus

0 46

Nestes tempos difíceis que todos atravessamos, devido aos efeitos da pandemia de coronavírus que gerounum curto espaço de tempo uma crise socioeconómica mundial sem precedentes, a generosidade das comunidades portuguesas tem sido a todos os títulos notável e inspiradora.

Uma generosidade que perpassa a geografia universal das várias comunidades lusas, e que se revela fundamental para mitigar o espectro de desemprego, as perdas de rendimento e as grandes dificuldades de vida que bateram à porta de muitos compatriotas.

Os exemplos deste sentimento coletivo de solidariedade são muitos e variados. Na semana passada, por exemplo, a comunidade portuguesa em Paris, seguramente, a maior comunidade lusa no estrangeiro, recolheu através da iniciativa “Todos juntos” da Rádio Alfa, a emissora mais popular dos portugueses na capital francesa, dez toneladas de alimentos, 50 caixotes de roupa e mais de 10 mil euros em donativospara ajudar compatriotas que neste momento sofrem os efeitos da covid-19 na região de Paris.

Por esta altura, mas em Toronto, a maior cidade do Canadá, onde reside uma das mais dinâmicas comunidades portuguesas da América do Norte, uma outra relevante plataforma de comunicação social lusa. Designadamente, a MDC Media Group, presidida pelo comendador Manuel da Costa, um dos mais ativos e beneméritos empresários luso-canadianos, que incorpora órgãos de informação como o jornal Milénio Stadium, as revistas Amar e Luso Life, e a Camões Rádio e TV, encontra-se a promover a recolha de alimentos para entregar no Food Bank of Canada.

Ainda na América do Norte, mais concretamente em Newark, Nova Jérsia, onde vive uma das maiores comunidadesportuguesas nos Estados Unidos, o Sport Club Português de Newark, um dos mais antigose dinâmicos dos EUA, tem presentemente através dos seus dirigentes colaborado regularmente na distribuição de cabazes por várias famílias luso-americanas.

Estes exemplos de generosidade, e muitos outros que estão atualmente aser dinamizados no seio das comunidades portuguesasespalhadas pelo mundo, provam quea pandemia de coronavírus não impede a solidariedade, antes pelo contrário, e que todos nós podemos contribuir, na medida das nossas possibilidades e disponibilidade, para o bem comum.

NO COMMENTS

Leave a Reply