O Alcornoque ganha o prémio de Árvore do Ano na Europa

O Alcornoque ganha o prémio de Árvore do Ano na Europa

0 211

Portugal venceu a Espanha e a Rússia na eleição europeia da Árvore do Ano. Por um exemplar que tem 234 anos, mede 16,2 metros e vive em Palmela com excelente saúde: é um sobreiro que produz cortiça suficiente para tapar 100.000 garrafas.

O sobreiro português recebeu 26.606 votos, três mil mais do que os sete olmos da cidade da Extremadura de Cabeza de Buey. Apesar de serem grandes exemplares, não podiam competir na longevidade ou nas medições (14 metros de altura) com o exemplar português. O terceiro lugar, com 21.848 votos, foi para o velho das florestas de Belgorod, um carvalho russo de 188 anos de idade.

O sobreiro premiado foi plantado em 1874 no centro de Águas de Moura, no concelho de Palmela. Também está registado no Guinness Book of Records como o maior sobreiro do mundo. A sua casca tem sido podada mais de 20 ocasiões e a Autoridade Florestal Nacional considera-o o mais produtivo do mundo, uma vez que produz 100.000 rolhas de garrafa, quando a média é de 4.000.

Portugal competiu pela primeira vez nesta eleição anual, e fê-lo contra árvores da Bélgica, Bulgária, Croácia, República Checa, Hungria, Lituânia, Polónia, Roménia, Rússia, Eslováquia, Espanha e Reino Unido

SIMILAR ARTICLES

NO COMMENTS

Leave a Reply