Benfica quer evitar desfecho de 2017, FC Porto aponta ‘baterias’ ao Jamor

Benfica quer evitar desfecho de 2017, FC Porto aponta ‘baterias’ ao Jamor

0 104

O Benfica pretende evitar o desfecho do confronto com o Rio Ave em 2017, em que foi eliminado pelos vila-condenses da Taça de Portugal de futebol, enquanto o FC Porto assume o “compromisso” de estar presente no Jamor.

O sorteio dos quartos de final da ‘prova rainha’ ditou um reencontro entre Benfica e Rio Ave, que na temporada 2017/18 se defrontaram nos ‘oitavos’, numa eliminatória que foi ganha pelo conjunto de Vila do Conde (3-2).

“O Rio Ave é um adversário muito valioso e esperemos que não aconteça o que aconteceu em 2017, quando fomos eliminados pelo Rio Ave [nos oitavos de final]. É natural que qualquer clube tenha a ambição de estar na final, porque estar no Jamor tem um significado especial”, afirmou o vice-presidente do Benfica Domingos de Almeida Lima, após o sorteio.

Por seu lado, o presidente do Rio Ave, António Silva Campos, lembrou que o clube que lidera já esteve presente na final da Taça de Portugal e quer voltar a estar no Jamor.

“Sabemos e já sentimos o que é estar no Jamor. É um dos nossos objetivos novamente. Respeitamos muito o Benfica, mas não temos nada a perder. Vamos fazer o nosso melhor”, referiu o líder dos vila-condenses.

O FC Porto terá pela frente o Varzim, da II Liga, no Estádio do Dragão, sendo que o representante dos portistas no sorteio, Fernando Gomes, assumiu que os ‘dragões’ definiram como objetivo a conquista da ‘prova rainha’.

“Respeitamos o Varzim, como respeitamos o Benfica ou o Sporting. Desde o início, temos o compromisso de vencer esta prova, que nos diz muito. Temos de continuar a ser responsáveis e apresentar um futebol consistente. Se isso acontecer, acredito que o FC Porto vai passar”, referiu o antigo internacional português.

Embora tenha reconhecido que “o favoritismo pesa a favor do FC Porto”, o presidente do Varzim, Edgar Pinho, espera que os poveiros façam “uma gracinha” e sigam em frente, tendo deixado uma garantia: “Não deixaremos de ser atrevidos.”

Nas meias-finais, FC Porto ou Varzim terão pela frente o vencedor da eliminatória entre Académico de Viseu, da II Liga, e o Canelas 2010, único representante do Campeonato de Portugal (CP).

Fernando Madureira, jogador da equipa de Vila Nova de Gaia e líder da principal claque de apoio ao FC Porto, ‘Super Dragões’, revelou o desejo de passar às meias-finais, para, assim, realizar um “sonho de criança”.

“Não foi o sorteio que nós desejávamos, mas teremos de lutar para que, na sétima eliminatória, possamos nós todos, jogadores do Canelas e eu em especial, cumprir um sonho de criança, que é jogarmos no estádio do Dragão”, disse Madureira.

A outra meia-final vai colocar frente-a-frente os vencedores do Benfica-Rio Ave e do Paços de Ferreira-Famalicão.

Os jogos dos quartos de final da Taça de Portugal de futebol disputam-se entre 14 e 16 de janeiro de 2020, enquanto as meias-finais estão agendadas para 05 de fevereiro (primeira mão) e 12 de fevereiro (segunda mão).

NO COMMENTS

Leave a Reply