O calor que nos afecta

O calor que nos afecta

0 393

Queixamo-nos do calor e muitas vezes esquecemo-nos do que temos em redor. Nestes dias tão calorosos, em que a Venezuela tem registado as temperaturas mais altas dos últimos 50 anos, estas não só afectam os seres humanos mas também aumentam os incêndios florestais, e ainda pior, desaparecem com maior facilidade as espécies de plantas e animais que se encontram em perigo. Isto deve-se a que não é só o calor que nos afecta, mas também um aumento no nível de carbono na atmosfera, o que produz drásticas mudanças na Terra. Mudanças como as alterações climáticas, que supõem o aumento de pelo menos um grau centígrado no clima, o que não parece ideal para a vida humana, ainda que não signifique o fim da nossa espécie, é muito grave para as plantas e animais.

 “As alterações climáticas reduzirão grande parte da diversidade do nosso planeta, incluindo as espécies mais comuns que existem na maior parte do mundo. A perda empobrecerá significativamente a existência dos ecossistemas”, disse Rachel Warren, investigadora da Universidade de Anglia del Este à revista Time, o que ligou os alarmes, sobretudo dos protectores dos animais, que estão cientes do que isto significa.

Haverá uma mudança completa nos habitats, pois iniciar-se-á a luta na qual só podem migrar os mais fortes, e chegar a outros locais, haverá uma luta com as espécies que já habitavam no lugar.

Ainda que provavelmente não seja o melhor exemplo, isto é o que vemos em pequena escala na cidade de Caracas nos últimos dias, onde muitas das espécies que habitam lugares como Waraira Repano procuram proteger-se do fogo nas urbanizações próximas, mas também noutras zonas da cidade, como se viu com as aves. Se bem que Caracas está a viver um dos melhores momentos para o contacto com as Guacamayas, o certo é que muitas das aves que tiveram de migrar do cerro invadiram os seus espaços, pelo que se tornou cada vez mais comum as lutas entre aves de outras espécies com as Guacamayas, que procuram não ser deslocadas.

Se é defensor das espécies, a recomendação é que refresque as zonas montanhosas que se encontram ao seu redor, e se possível, colocar recipientes com água em determinados lugares, onde os animais possam satisfazer a sua sede. Lembre-se, pense verde.

SIMILAR ARTICLES

NO COMMENTS

Leave a Reply