Cultura

0 437

Puerto Ayacucho e Maroa vão ser palco de actividades de promoção da cultura lusitana

Sob o lema “Portugal e Venezuela: tradições que nos unem”, a Embaixada de Portugal em Caracas, conjuntamente com o Instituto Camões e o Ministério do Poder Popular para Cultura, vão promover um Encontro Cultural no Estado de Amazonas, entre 1 e 6 de Novembro.

0 529

Como forma de ampliar o leque de opções oferecidas aos seus associados

Como forma de ampliar o leque de opções oferecidas aos seus associados, a direcção de Cultura do Centro Português anuncia a chegada de novos projectos que já se perfilam como bem-sucedidos. O primeiro deles é a Escola da Música CP, que actualmente se encontra à procura de jovens e adultos que gostem de cantar, dançar ou tocar algum tipo de instrumento.

0 767

Deparar-se com uma criança a ler o seu livro no café

DN MADEIRA

Deparar-se com uma criança a ler o seu livro no café e ser abordado na rua por alguém que declama um poema seu são dois episódios simples que marcam alguém, como Juan Teixeira, que tendo lançado a obra de poesia ‘Vozes do Vento’, fazem com que olhe com esperança para a literatura.

Este filho de emigrantes madeirenses na Venezuela, ‘adoptado’ há uns anos pelo Porto Santo, onde reside, falou sobre a origem da obra lançada pela Chiado Editora e apresentada, recentemente, na Livraria Esperança, no Funchal: “O livro ‘Vozes do Vento’ surge de pequenos textos elaborados no dia a dia, eu faço as minhas caminhadas na praia, estou em contacto com a natureza, e surgem sempre ideias, porque a partir de determinada altura, se estivermos atentos tudo tem significado, tudo tem uma mensagem”.

“Quando escrevi o ‘Vozes do Vento’ estava a trabalhar num livro em prosa”, diz. O romance está já nas mãos da editora: “Não sei quando eventualmente é que isso [o livro] será oportuno editar ou não”, adiantou.

Diz que nunca pensou em escrever nem publicar poesia. No Liceu, com 11/12 anos, teve contacto com a poesia, numa altura em que assume que não estava preparado para entender os poemas, por exemplo, de Camões. Mais tarde descobriu o fascínio da poética de Pessoa e Florbela Espanca. E começou a escrever textos.

Afiança que tem tido boa receptividade do público, havendo pessoas que o abordam para falar e trocar impressões.

0 474

A equipa de produção internacional foca a sua lente em paisagens e personalidades.

Tendo sempre como objectivo oferecer novas visões do mundo e compilar ferramentas para a revista Otixé, o jovem luso-descendente Daniel Pereira está a gravar promoções das belas paisagens e personalidades de diversos países junto com uma equipa de produção internacional que mostra o seu profissionalismo em cada edição. “Aproveitei o facto de estar a viver em França para focar a minha lente na brilhante cidade de Paris. Também quero que os amantes da cultura conheçam a vida de triunfadores que estão radicados neste país, pois é uma forma de reiterar a minha convicção de que o êxito é criado por nós mesmos”, apontou. As gravações serão mostradas ao público em geral nas diferentes redes sociais deste talentoso jovem. Actualmente, Daniel é imagem de uma curta-metragem em japonês que procura atrair a atenção dos turistas para um importante festival que se realizará em breve em Tóquio. O jovem venezuelano fez também um percurso pela cidade de Estocolmo com vista a gravar os locais mais representativos desta metrópole. Durante esta visita, Pereira conseguiu fazer uma importante entrevista a Walburga Habsburg Douglas, conhecida pelos seus diversos títulos na realeza, entre os quais se destacam Princesa Imperial e Arquiduquesa da Áustria, Princesa Real da Hungria e da Boémia, Condessa Douglas.

0 476

La casa del fin de los tiempos

‘La casa del fin de los tiempos’, o filme venezuelano de terror mais visto de todos os tempos, e o sexto filme que mais vendeu dos 450 que se estrearam na América Latina durante o ano de 2013, com um número oficial de 623.537 espectadores nas 41 semanas ininterruptas em cartaz, agora chega aos ecrãs noutras latitudes, graças aos acordos de distribuição assinados recentemente por Alejandro Hidalgo, produtor, guionista e director do filme.

0 334

Edulcorantes artificiais poderão aumentar açúcar no sangue

Um novo estudo israelita mostrou que as pessoas que recorrem aos edulcorantes artificiais para satisfazer a sua preferência pelo sabor doce, podem, na realidade, estar a fazer algo nocivo à saúde. Os investigadores indicaram que os edulcorantes artificiais podem fazer com que os níveis de açúcar no sangue aumentem, apesar de não conterem calorias.

0 334

As coisas que não sabe sobre você mesmo

Quando lhe dizem que há coisas que possivelmente não conhece em você mesmo, isso poderá parecer-lhe insólito e impossível de acreditar, mas o certo é que centenas de cientistas dedicaram-se a estudar essas coisas que ninguém considera importantes, mas que podem mudar a vida de qualquer pessoa.

Sabia, por exemplo, que não pode comer e respirar ao mesmo tempo? Sugerimos que não faça a tentativa, porque pode afogar-se, ou como dizemos na Venezuela, a saliva poder ir pelo caminho velho.

0 424

O filme de terror será apresentado nos próximos meses nas principais salas de cinema da Alemanha e dos Estados Unidos.

‘La casa del fin de los tiempos’, o filme venezuelano de terror mais visto de todos os tempos, e o sexto filme que mais vendeu dos 450 que se estrearam na América Latina durante o ano de 2013, com um número oficial de 623.537 espectadores nas 41 semanas ininterruptas em cartaz, agora chega aos ecrãs noutras latitudes, graças aos acordos de distribuição assinados recentemente por Alejandro Hidalgo, produtor, guionista e director do filme.

0 520

A peça do grupo do CP procurou surpreender os avaliadores com uma história de mistério e humor negro.

Depois de várias semanas de muitos ensaios, o grupo de teatro LusoScena representou dignamente o Centro Português (CP), na XXII edição do Festival de Teatro Interclubes. Nesta ocasião, o grupo de teatro levou aos palcos a obra ‘8 Mujeres’, um original de Robert Thomas e adaptada por Germán Anzola.

0 497

A Casa Portuguesa do Estado de Aragua continua a impulsionar o teatro

A Casa Portuguesa do Estado de Aragua continua a impulsionar o teatro, pelo qual anunciou a colocação em cena de duas obras nos próximos dias. A primeira está marcada para sexta, 17, e dá pelo nome de ‘Mi buen amor’. No dia seguinte, sábado, 18, é levada à cena  ‘Secretos y confesiones que se esconden detrás de las apariciones de la Virgen de Fátima’.