Miscelânea

0 21

Ingredientes:

1 kg de farinha

250 grs de farinha

40 grs de fermento de padeiro

9 gemas

1 clara

250 grs de açúcar

125 grs de manteiga

2 dl de água

açafrão

um pouco de canela

Confecção:

Desfaz-se o fermento de padeiro num pouco de água tépida e mistura-se com os 250 grs de farinha.

Deixa-se levedar em local temperado durante 1 hora.

Põe-se a açafrão de molho na água morna.

Deitam-se as gemas e a clara numa tigela e batem-se com o açúcar.

Junta-se a manteiga amolecida, o açafrão e a água e a canela e mistura-se tudo.

Peneira-se a farinha em monte para um alguidar, faz-se uma cova, no meio da qual se deita a massa fermentada (o crescente) e a mistura de ovos, açúcar e manteiga.

Amassa-se tudo muito bem e deixa-se levedar em local temperado.

Tendem-se as regueifas e deixam-se levedar até aumentarem de volume e aparecerem à superfície umas bolhas transparentes.

Leva-se a cozer em forno bem quente.

Depois de cozidas, pincelam-se as regueifas com manteiga.

0 37

Ingredientes:

 1 litro de leite gordo

300 g de açúcar

250 g de arroz

1 pitada de sal

10 gemas de ovos

100 g de manteiga sem sal

1 pau de canela

1 vagem de baunilha

1 casca de limão

canela em pó q.b. 

Confecção:

Leva-se ao lume uma caçarola com 1,5 litro de água e quando levantar fervura, deita-se-lhe o arroz e o sal.

Mexe-se e deixa-se ferver durante 12 minutos.

Escorre-se o arroz e passa-se por água quente.

Tem-se de parte o leite a ferver com a casca de limão, a canela e a baunilha e deita-se sobre o arroz.

Mexe-se e deixa-se ferver até acabar de cozer.

Junta-se-lhe o açúcar e, decorridos alguns minutos, retira-se o arroz do lume do lume.

Ligam-se a manteiga com as gemas numa tigela e deita-se-lhe por cima do arroz a pouco e pouco e mexendo sempre.

Leva-se novamente a lume brando e mexe-se para cozer as gemas sem contudo se deixar ferver.

Deita-se em pratos ou travessa e enfeita-se a gosto com canela em pó.

0 59

Ingredientes:

6 boas vieiras

6-8 camarões grandes descascados

farinha para polvilhar

2-3 colheres de sopa de azeite

1 dente de alho finamente picado

1 colher de sopa de manjericão fresco picado

2-3 colheres de sopa de sumo de limão

sal

pimenta preta de moinho

Confecção:

Passe as vieiras por água fria corrente para retirar qualquer areia ou impureza.

Enxugue bem com papel de cozinha e corte-as ao meio na horizontal.

Tempere as vieiras e os camarões com sal e pimenta e polvilhe com farinha.

Sacuda o excesso.

Aqueça o azeite numa frigideira larga, sobre lume forte e introduza os mariscos.

Reduza o calor para médio e salteie 2 minutos, virando-os.

Adicione alho e o manjericão, distribuindo bem.

Deixe cozer mais 2 minutos ou até as vieiras estarem bem douradas e firmes.

Regue com o sumo de limão e misture.

Variação:

Para enriquecer o molho: transfira os mariscos para um prato aquecido.

Deite 4 colheres de sopa de vinho branco na frigideira e deixe reduzir para metade.

Adicione 1 colher de sopa de manteiga, agitando a frigideira para o molho espessar.

Deite sobre os mariscos e sirva.

0 92

Ingredientes:

800 g de lombo de porco ;

4 dentes de alho ;

2 colheres de sopa de massa de pimentão ;

4 colheres de sopa de banha ;

1 kg de amêijoas ;

sal

Confecção:

Pisam-se os dentes de alho num almofariz com sal grosso ( aproximadamente 1 colher de sopa). Esfrega-se a carne primeiramente com a papa de alhos e depois com a massa de pimentão. Deixa-se ficar assim de um dia para o outro, ou melhor, durante 24 horas.

Próximo da altura de servir, corta-se o lombo em quadrados regulares e leva-se a fritar com a banha num tacho de barro.

Entretanto, tem-se as amêijoas muito bem lavadas. Na altura de servir, juntam-se as amêijoas, deixando-as abrir rapidamente sobre lume forte e servindo-as imediatamente para não secarem.

Acompanha-se com batatas fritas e gomos de limão.

0 106

Ingredientes:

250 g de pão de centeio ;

250 g de pão de trigo de 1ª e compacto ;

250 g de bacalhau de lombo ;

500 g de batatas ;

2 dentes de alho ;

1 dl de azeite ;

1 ramo de salsa ;

1 colher de chá de colorau doce ;meia colher de café de piri-piri ;

sal

Confecção:

Deitam-se num tacho 2,5 litros de água, à qual se junta o bacalhau demolhado sem peles e sem espinhas e partido em bocadinhos, e as batatas descascadas e cortadas em quadradinhos.

Enfiam-se os dentes de alho numa linha e introduzem-se no tacho, assim como o ramo de salsa atado. Tempera-se com o colorau e o piri-piri e deixa-se cozer. Assim que os dentes de alho estiverem cozidos retiram-se, o mesmo acontecendo à salsa.

Quando todos os ingredientes estiverem cozidos, retiram-se do lume e junta-se o pão cortado em fatias finas. Rega-se com o azeite (cru). Envolve-se tudo e embrulha-se o recipiente. Se se verificar que a água não foi absorvida, escorre-se e adiciona-se um pouco mais de azeite.

O azeite tem que ser de muito boa qualidade pois o seu paladar é essencial neste prato.

0 107

Ingredientes:

1 kg de milho amarelo em grão ;

1 pé de porco (chispe) ;

1 orelha de porco ;

um bocado de faceira e de focinho ;

250 g de toucinho ;

2 cravinhos ;

sal e pimenta em grão ;

cinzas

Confecção:

Põe-se o milho de molho de um dia para o outro.

No dia seguinte deitam-se os milhos numa panela, cobrem-se com água fria e cinzas (de preferência cinzas de figueira). Deixa-se o milho ferver até se poder retirar o «olho preto».

Escorrem-se e lavam-se os milhos esfregando-os e mudando as águas até largarem o referido «olho preto», de que não deve ficar um único na sopa.

Depois de bem lavados deitam-se os milhos novamente na panela, cobrem-se com água e juntam-se-lhes as carnes de porco preparadas, o toucinho, os cravinhos e os grãos de pimenta. Deixam-se cozer.

Os milhos abrem e a partir desta altura passam a chamar-se «freiras».

Servem-se  em travessa com as carnes.

As carnes para este prato têm de ser frescas.

Deste prato, que se come na época das matanças, dizem os Messinenses «que de tão saboroso parece não encher a barriga».

 

0 114

Ingredientes:

750 g de peixe pequeno de uma só variedade (carapau, etc.) ou de peixe de uma só variedade em posta (espada, atum, etc.) ;

500 g de batatas ;

1 cebola grande ;

3 tomates ;

1 ramo de salsa ;

3 colheres de sopa de azeite ;

6 grãos de alcepás ;

6 fatias de pão de véspera ;

sal ;

batatas-doces

Confecção:

Faz-se um refogado com a cebola, o tomate, salsa, o azeite e a pimenta. Depois de bem apurado, rega-se o refogado com a água necessária para a sopa (cerca de 2 litros). Assim que levantar fervura, adicionam-se as batatas inteiras se forem pequenas ou cortadas ao meio se forem grandes. Logo que o caldo ferver novamente, tempera-se com sal e introduz-se o peixe, que se deixa cozer.

Quando o peixe estiver cozido retira-se, assim como as batatas.

O caldo é servido numa terrina. Na mesa cada pessoa colocará no seu prato pão partido em bocados que serão regados com a caldeira bem quente. Ao mesmo tempo e à parte serão servidas batatas-doces cozidas ou assadas.

O peixe e as batatas são servidos como prato, temperando cada um a seu gosto com azeite e vinagre.

0 128

Ingredientes

500 grs de açúcar ;

3 dl de água ;

24 gemas de ovos

Confecção:

Ponha o açúcar ao lume com a água, deixando ferver até obter ponto de pérola (no pesa-xaropes 32º).

Tire do lume, deixe arrefecer, junte as gemas cortadas.

Volte novamente ao lume para cozer, mexendo sempre com colher de pau, de um lado para o outro.

Servem-se polvilhados com canela.

0 108

Ingredientes:

800 g de perna de porco ;

2 cebolas ;

3 dentes de alho ;

1 ramo de salsa ;

2 folhas de louro ;

sal  ;

pimenta ;

noz-moscada ;

1 kg de castanhas ;

100 g de banha

 Confecção:

Coloca-se a carne num tacho com as cebolas cortadas em rodelas finas, os dentes de alho esmagados, a banha, a salsa, o louro, e tempera-se com sal, pimenta e noz-moscada. Leva-se a estufar com o lume moderado, agitando o tacho de vez em quando.

Entretanto, cozem-se as castanhas golpeadas em água temperada com sal. Descascam-se e juntam-se à carne estufada no último momento. Corta-se a carne em fatias e acompanha-se com as castanhas.

0 96

Ingredientes:

500 g farinha ;

5 dl de líquido (água e leite) ;

2 colheres de sopa de sementes de funcho ;

2 colheres de sopa de açúcar ;

125 g de manteiga ou de margarina ;

1 colher de chá de sal ;

15 ovos ;

creme de baunilha ou de limão (facultativo)

Confecção:

Num tacho deita-se a água e o leite (podem ser em partes iguais), o sal, as sementes de funcho, o açúcar e a manteiga. Deixa-se levantar fervura e adiciona-se, de uma só vez, a farinha peneirada.

Mexe-se a massa sobre o lume até fazer bola e se desprender do tacho. Retira-se a massa do lume e põe-se a arrefecer.

Depois de fria, juntam-se à massa os ovos, um a um, batendo bem entre cada adição. Só se adiciona o ovo seguinte depois do anterior ter sido completamente absorvido. Quando a massa tiver a consistência de um merengue bem espesso, dispõe-se em montinhos (à colher) sobre um tabuleiro untado e polvilhado.

Levam-se a cozer em forno bem quente (cerca de 220º C). Retiram-se as fofas do forno quando estiverem bem loiras. Podem ou não rechear-se com creme de baunilha ou de limão.