Saúde

0 412

A chegada do Natal, esperada por muitos e ‘odiada’ também por muitas bastante, pressupõe o começo de uma época cheia de magia, felicidade e alegria para partilhar com os nossos familiares, amigos e os seres que mais queremos. É um momento único, em que desfrutamos de horas de tranquilidade sentados em redor de uma mesa, na qual podemos encontrar com uma grande variedade de deliciosas receitas e as sobremesas mais requintadas.

0 58

Para muitas culturas, os pés são considerados a base do ser humano e do contacto directo com a mãe Terra, e não é por acaso que se diz que devemos ter “os pés bem assentes na terra”, como uma forma de fazer ver que devemos estar ligados à realidade que nos rodeia.

0 623

Aproxima-se Dezembro, e os países produtores de castanhas estão em plena temporada de recolha deste fruto seco, que é tão apreciado na cozinha tradicional de muitas regiões da Espanha e Portugal, pela grande variedade de formas de degustação e pelas suas propriedades nutritivas.

0 449

Um estudo recente publicado pela Cancer Research revela que as mulheres que tomaram, recentemente, pílulas anticoncepcionais contendo altas dosagens do harmónio estrogénio e algumas outras formulações têm risco aumentado de desenvolver câncer de mama. “O resultado sugere que os contraceptivos orais usados nos últimos anos estão associados a um risco maior, comparado com nenhum uso ou outros tipos de anticoncepcional. Esse risco pode variar, dependendo da formulação do medicamento”, disse Elisabeth F. Beaber, cientista da Divisão de Saúde Pública do Centro de Pesquisa Oncológica Fred Hutchinson em Seattle, Washington.

0 405

Falar de sexualidade às crianças pode ser algo difícil de gerir, pode mesmo ser um tabu, dependendo do ambiente sociocultural em que o jovem e os seus pais se desenvolvam; não obstante, a informação deve ser transmitida de uma forma transparente para que o indivíduo possa desenvolver-se plenamente na sua etapa adulta.

0 494

Os Professores de Português na Venezuela conseguiram o que podemos considerar uma proeza: em cerca de três meses criaram uma associação para defender os seus interesses na Venezuela e, ao mesmo tempo, velar pelo incremento e regulamentação das actividades que estejam relacionadas com a Língua do imortal poeta Luís de Camões e de outros vultos que honram o rectângulo natal e que nas suas crónicas e relatos enalteceram os feitos dos que deram continuidade ao Condado Portucalense. A Associação Venezuelana para o Ensino da Língua Portuguesa (AVELP) está criada três meses apenas depois de ter sido sugerida e aprovada no II Encontro dos Professores de Português em Venezuela.