País

0 157
Foto: Cortesia

Pelo menos 69 pessoas ficaram feridas nos protestos registados hoje em Caracas depois da ação de força desencadeada pelo Presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, reconhecido como Presidente interino da Venezuela por 50 países, anunciaram fontes médico-sanitárias.