China proíbe totalmente comércio do marfim

China proíbe totalmente comércio do marfim

0 320

No dia 31 de dezembro, o governo chinês decretou a proibição total do comércio de marfim no país, “de agora em diante, se alguém lhe disser na China que o negócio de marfim é legal, está a enganá-lo”, ressalva o Governo chinês.

Esta medida aplica-se também às compras on-line de objetos que tenham proveniência do exterior. Atualmente, a China posicionou-se como o maior mercado de marfim do mundo, já que o quilo de marfim foi vendido por mais de mil dólares no país asiático.

A proibição foi feita há cerca de um ano, para dar tempo para o encerramento de diferentes lojas e fábricas que comercializavam o marfim. No mês de março do ano passado, mais de 70 fábricas foram fechadas e, depois, 105.

Em menos de uma década, mais de 110 mil elefantes africanos foram mortos por caçadores para responder à procura na Ásia. A União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) estima que a população atual de elefantes na África é de aproximadamente 415.000.

A proibição na China foi louvada por organizações de conservação, que advertiu que a medida deveria ser aplicada na prática e copiada por outros países da Ásia, onde o comércio de marfim permanece legal.

SIMILAR ARTICLES

0 33

0 4

NO COMMENTS

Leave a Reply