Dolce Vita regressa com muito sabor gastronómico

Dolce Vita regressa com muito sabor gastronómico

0 379

Restaurante regressa a Altamira com novos estilos de pratos

Oscar Sayago

O restaurante conhecido como La Dolce Vita reinventa-se e volta a Caracas, mais especificamente em Altamira, localizado na avenida San Juan Bosco, onde deixou um grande trajeto gastronómico. Este grande restaurante regressa por iniciativa de René Sabino, empresário venezuelano que esteve à frente durante dez anos do restaurante Salpuente, em Aveiro, Portugal.

Da antiga Dolce Vita, Sabino conseguiu resgatar um ícone vivo e de grande trajetória. Atualmente, está Vito Galucci, que recebe os comensais e se ocupa de tudo para que tudo funcione da melhor forma.

A comida atualmente é da cozinha italiana, embora se destaquem os pratos com sabores do Norte e do Centro, com massas feitas no mesmo restaurante e com ingredientes importados. Um dos pratos mais solicitados são as massas com recheio. Como o tortellini Paparazzo, os recheios de ossobuco, os raviólis de vitelo, a vitela estufada, etc.

«Nós oferecemos pratos de Natal, como o tártaro de tomate com iogurte grego e o topping de ovo trufado a baixa temperatura, o do centro, assim como o risotto verde, pintado com clorofila, com emulsão de gorgonzola, açafrão e mariscos», expressou Sabino. Um dos seus sabores mais caraterísticos é a lasanha verde, que é um prato proveniente do norte e muito tradicional.

Portugal: uma gastronomia única

O empresário venezuelano René Sabino conta com uma larga experiência de dez anos como restaurador, com o seu local conhecido como Salpoente, localizado num antigo armazém de salm que hoje é considerado património cultural de Aveiro. Tem sido reconhecido várias vezes e já acumula quatro talheres no guia Michelin 2017, para além de ter recebido a certificação de Eleição do Consumidor e ter sido nomeado sétimo melhor restaurante de Portugal segundo o TripAdvisor.

Uma das coisas mais importante de Salpoente é que tem conseguido posicionar-se com uma proposta culinária baseada em algo tradicional, o bacalhau, apresentada com métodos da alta cozinha. Sabino explica que «os portugueses, certamente, consomem muito bacalhau, mas sempre da mesma forma, pelo que Salpoente chamou a atenção».

O empresário partilhou a cozinha com o chefe Duarte Eira, que foi vencedor da sétima edição do concurso Revuelta de Bacalao e tem realizado estudos sobre este peixe na Noruega. Salpoente converteu-se rapidamente num ponto de referência para todas as pessoas que visitam Aveiro, pelo que diferentes celebridades internacionais como LennyKravits e Madonna têm visitado este restaurante.

NO COMMENTS

Leave a Reply