E depois de tudo isto?

E depois de tudo isto?

0 137

Ana Cristina Monteiro

Pois, essa é a pergunta que todos fazemos e que ninguém conseguirá responder.

Sucede, que o mundo tem-se confrontado com um vírus que chegou, sem ser convidado, para mudar tudo, a nossa forma de comunicar, mobilizar, trabalhar, estudar, viajar e até festejar; um cenário difícil porque é a nossa vida que está em jogo e justamente por isso todos devemos cumprir com as recomendações quer da Direção Geral de Saúde quer do nosso Governo Regional e da IASAÚDE, IP-RAM, porque todos estamos juntos nisto, todos somos partes importantes nesta guerra ao vírus, pelas nossas famílias, por nós e por todos, devemos ficar em casa.

E seguindo essas recomendações, muitos de nós estamos a descobrir o teletrabalho, a assistir a videoconferências, a estudar através de aulas online, a até conviver através de videochamadas, em segurança, enquanto outros, os nossos heróis, na filha de frente estão a combater cara a cara com esta pandemia. A todos eles, o nosso muito obrigado!

Pela sua parte, o Governo Regional teve a coragem para, rapidamente, tomar as medidas de previsão e contenção mais ambiciosas do país, fê-lo muito bem e em tempo. Também tomou medidas de apoio económico e financeiro a nível regional, que junto às medidas excecionais decretadas pelo Governo da República no âmbito da segurança social, impostos, rendas, transportes, entre outras, permitirão que os cidadãos, empresas e empresários possam suportar, da melhor forma possível, os efeitos de esta pandemia.

Para aqueles que ainda não conhecem todas as medidas sociais, económicas, de emprego, agricultura e pescas, assim como os contactos de todos os organismos regionais que o poderão ajudar a resolver os problemas, sem necessidade de se deslocar aos balcões de atendimento, vos convido a visitar a página https://simplifica.madeira.gov.pt/simplifica/.

Acredito que isto poderá mudar as nossas vidas, e que mais do que nunca temos de estar preparados para todos juntos fazer frente as consequências que advirão de tudo isto, para sair como uma sociedade unida e fortalecida. Não é tempo de reclamos e divisões, é o tempo da união, de trabalho e da concertação.

Estou certa de que depois de tudo isto, todos sairemos com outras valências, com um espírito diferente e grandes aprendizagens.

Fiquem em casa.

NO COMMENTS

Leave a Reply