É possível exercitar o cérebro?

É possível exercitar o cérebro?

0 491

A sua constituição é, sem dúvida, um dos temas mais complexos quando se trata de estudos científicos

Ommyra Moreno Suárez

Com os seus milhares de milhões de neurónios, o nosso cérebro é o contentor e a fonte das nossas emoções, pensamentos, sonhos, tristezas e alegrias. A sua constituição é, sem dúvida, um dos temas mais complexos quando se trata de estudos científicos. Contudo, uma das coisas que está comprovada é que o cérebro, assim como o resto do nosso corpo, também pode ser exercitado para manter saudáveis as principais funções cognitivas. Para tal, a aprendizagem é fundamental, sobretudo a que envolve o desconhecido. Ao contrário da crença popular, uma dieta baixa em glucose e alta em fibra otimiza o rendimento cerebral, pois dessa forma os alimentos de decompõem mais lentamente, provocando um fluxo de energia mais estável para o cérebro. Da mesma forma, é preciso ter em conta que fazer dietas radicais pode ter o efeito contrário e levar a graves perdas de memória. Por outro lado, a razão pela qual se recomenda cumprir com um mínimo de horas de sono é porque quando não se dorme o suficiente a função cerebral pode ser gravemente afetada, pois a comunicação entre os neurónios é obstruída, dificultando a aprendizagem e o ato de pensar. Para os amantes de café, a boa notícia é que, como evidenciam vários estudos, a cafeína pode proteger o cérebro. Tal como evidencia o site “Muy Interesante”, tomar dois a quatro cafés ou uma chávena de chá por dia podem evitar a deterioração cognitiva normal e diminuir a incidência de alzheimer entre 30% a 60%. Não é claro que os benefícios provenham da cafeína ou dos antioxidantes que estão no café e no chá.

SIMILAR ARTICLES

NO COMMENTS

Leave a Reply