Fátima assinala centenário da morte de S. Francisco Marto com programa especial

Fátima assinala centenário da morte de S. Francisco Marto com programa especial

0 6

O Santuário de Fátima vai assinalar o centenário da morte de S. Francisco Marto, em 4 de abril, com um programa especial, que inclui a distribuição de uma pagela comemorativa do centenário.

Numa nota de imprensa, o Santuário de Fátima informa que as celebrações dos 100 anos da morte do pastorinho Francisco Marto, começam em 03 de abril, com uma vigília de oração, com início às 21:30, com a recitação do terço, na Capelinha das Aparições, seguindo-se uma procissão para a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, onde terá lugar a veneração do túmulo de S. Francisco Marto.

A partir do dia 4 de abril, será distribuída uma pagela comemorativa do centenário da morte de Francisco, que será disponibilizada nos sete idiomas oficiais do Santuário e exclusivamente na casa de Francisco e de Jacinta, em Aljustrel, até ao fim do ano pastoral.

Neste dia, realiza-se uma procissão, para a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima com o ícone de S. Francisco Marto, onde terá lugar a Missa Votiva dos Pastorinhos de Fátima.

Às 14:00, proceder-se-á à leitura da Quarta Memória das Memórias da Irmã Lúcia, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Mais tarde haverá a adoração eucarística e, na Capela do Santíssimo Sacramento, celebram-se vésperas solenes.

Ainda neste dia, os peregrinos que passem pelo quarto do vidente, vão ter oportunidade de escutar o trecho com a narração da morte do Francisco, retirado das Memórias da Irmã Lúcia, refere a nota de imprensa do Santuário.

“O túmulo do pequeno pastor, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, a partir do dia em que se assinala o centenário da sua morte, até ao final do ano pastoral, estará solenizado de forma especial.”

No dia 7 de abril, a Basílica de Nossa Senhora do Rosário acolhe o Concerto Comemorativo do Centenário da Morte de São Francisco Marto, pelas 15:30, pelo Grupo Vocal Lusiovoce, com direção de Clara Alcobia Coelho.

“Cem anos depois da morte do Francisco, recordá-lo tendo em conta que ele foi canonizado em 2017, é recordar à Igreja uma característica fundamental da santidade cristã, que é a abertura ao absoluto”, referiu o responsável pelo Departamento para Acolhimento de Peregrinos, Pedro Valinho Gomes, citado no comunicado.

Para o teólogo e antigo assessor da Postulação para a Causa da Canonização de Francisco e Jacinta Marto, o Santuário de Fátima “tem uma responsabilidade de oferecer aos peregrinos o conteúdo catequético da mensagem aqui deixada aquelas três crianças, e essa mensagem não é apenas o resultado daquilo que ouviram, é também o seu exemplo de vida”, disse ainda Pedro Valinho Gomes.

Também a Fundação Francisco e Jacinta Marto vai assinalar esta efeméride com uma iniciativa intitulada “Entre-Luz – Encontros de espiritualidade e cultura na Casa das Candeias”, inspirado na experiência dos Pastorinhos na aparição de maio.

Francisco e a irmã Jacinta foram canonizados no Santuário de Fátima, a 13 de maio de 2017, durante a Missa da primeira Peregrinação Internacional Aniversária do Centenário das Aparições, presidida pelo Papa Francisco, tornando-se assim nos mais jovens santos não-mártires da história da Igreja Católica.

NO COMMENTS

Leave a Reply