Fotojornalista Gregório Cunha apresenta Madeira vista do céu em livro

Fotojornalista Gregório Cunha apresenta Madeira vista do céu em livro

0 80

O livro «Madeira Vista do Céu – From the Sky», do fotojornalista madeirense Gregório Cunha, foi apresentado ao público, no Funchal, dois anos e meio após o primeiro ‘clique’ feito com um drone nos céus do arquipélago.

«O projeto levou dois anos e meio a concretizar, mas já estava em sonho há mais de 20 anos. A ideia surgiu durante uma viagem de helicóptero entre o Porto Santo e a Madeira. A partir desse dia, eu disse que ainda haveria de ter um livro só com fotografias aéreas», contou o autor à agência Lusa, sublinhando que essa é, de facto, a singularidade da obra: todas as imagens foram captadas do ar.

Gregório Cunha, colaborador da agência Lusa desde 1995, explicou que o drone foi uma «mera ferramenta», utilizada para colocar os seus olhos «lá em cima» e assim percorrer as duas ilhas habitadas do arquipélago – Madeira e Porto Santo.

«Achei que o ritmo teria de ser as paisagens intercaladas com cenas do quotidiano, com pessoas dentro dessas paisagens», elucidou, indicando que a obra é composta por 180 fotografias, distribuídas por 260 páginas, em formato horizontal 30×23 centímetros.

As imagens surgem em dois formatos – panorâmico (dupla página) e 4×3 (uma página) – revelando o esplendor paisagístico das ilhas ao nível urbano, rural, florestal e marítimo e também pessoas em atividade no mar, no campo e na serra.

«O livro começa com uma introdução, um resumo histórico do arquipélago, do início do povoamento até à autonomia, em português e inglês, e todas as fotografias estão legendadas também nas duas línguas», explicou Gregório Cunha, esclarecendo ainda que é composto por 11 capítulos, um por cada concelho da Região Autónoma da Madeira.

«Madeira Vista do Céu – From the Sky» é o primeiro livro-álbum de fotografia editado na região em 26 anos e, embora direcionado para o público em geral, visa sobretudo o mercado turístico.

«Temos 1,2 milhões de turistas todos os anos e eu achei que não tinham, nem há no mercado, nada deste género que pudessem levar como recordação», disse. E sublinhou: «Para quem quer visitar a ilha, este é um bom livro de consulta. E para quem já a visitou, é uma boa recordação».

O início de cada capítulo é assinalado por um grafismo de apresentação ao respetivo concelho, acompanhado por um texto com dados históricos e referência aos lugares mais emblemáticos, mostrando-os depois em fotografia tal como são na atualidade.

A 1.ª edição de «Madeira Vista do Céu – From the Sky» teve uma tiragem de 1.200 exemplares, já à venda na FNAC Madeira e a partir de janeiro também no território continental, sendo que o projeto foi inteiramente financiado pelo autor.

Os apoios à edição consistiram na aquisição de exemplares por nove câmaras municipais, duas secretarias do Governo Regional (Turismo e Cultura e Equipamentos e Infraestruturas) e Assembleia Legislativa da Madeira.

«Toquei todos os instrumentos neste projeto: fiz a investigação, a produção, a fotografia, a paginação, a edição, acompanhei a impressão, fui vendedor e agora terei de ser também cobrador», disse.

Gregório Cunha nasceu há 48 anos na Venezuela, filho de emigrantes oriundos da freguesia de São Jorge, concelho de Santana, mas vive na Madeira desde os 4 anos.

Fotojornalista desde 1991, trabalha atualmente para diversos jornais generalistas e desportivos, agências de notícias e revistas de âmbito nacional e internacional, desenvolvendo a sua atividade na região autónoma, no território nacional e em diversos países no estrangeiro.

NO COMMENTS

Leave a Reply