Ginásios ecológicos expandem-se

Ginásios ecológicos expandem-se

0 523

Não há limites na hora de pensar em projectos que melhorem a nossa interacção com o meio ambiente, e a prova disso é, por exemplo, a inovadora ideia de um ginásio ecológico, que não só ajuda a melhorar a saúde dos seus clientes como também pode gerar uma média de 37 mil kilowatts por hora em pleno rendimento.

Não é muito….? A verdade é que bastaria um pouco menos do que isso para cobrir a procura eléctrica dos ginásios convencionais, pelo que a treinar muito seria possível conseguir cumprir a quota de electricidade necessária.

Foi assim que nasceu o Green Gym (ginásio verde), um inovador conceito de ginásio que aproveita a força física e mecânica dos utilizadores durante as suas rotinas de exercício para gerar energia eléctrica 100% limpa.

O autor desta ideia é Adam Boesel, um treinador pessoal que, movido pela ecologia, pensou numa forma de tirar proveito do exercício realizado pelos seus clientes para melhorar a relação com o meio ambiente.

Longe do que pensava, o que se iniciou como um projecto ambicioso e desacreditado por muitos em 2010, com a inauguração de três ginásios com estas características no Estado do Oregon, nos Estados Unidos, tornou-se, cinco anos mais tarde, numa realidade muito respeitada, já que conseguiram uma poupança anual de 85% de energia em comparação com o consumido por um ginásio convencional.

O processo foi tão eficaz que este ano a ideia expandiu-se e foi inaugurado o Green Gym Berlim, sendo o primeiro ginásio ecológico europeu.

Basicamente, um ginásio verde funciona com uma ligação das plataformas de corrida e das bicicletas de spinning e elípticas a um gerador central, com o objectivo de transformar a energia cinética gerada durante a pedalada ou caminhada em electricidade. Toda essa energia gerada é injectada posteriormente na rede geral do local para alimentar de forma autónoma todas as instalações do centro sem necessidade de depender da rede eléctrica geral.

Estima-se que um utilizador médio possa gerar entre 50 e 150 watts numa sessão de 30 minutos de exercício. Imagina que isto se possa tornar possível na Venezuela? Lembre-se, pense verde.

SIMILAR ARTICLES

NO COMMENTS

Leave a Reply