Ministério Público acusou mais de mil pessoas por contrabando

Ministério Público acusou mais de mil pessoas por contrabando

0 400

O Ministério Público (MP) acusou 1.111 pessoas pela prática de delitos relacionados com contrabando, entre 12 Agosto de 2014 e 13 de Janeiro deste ano, segundo revelou a directora Contra a Delinquência Organizada, Yurima Gil, que ressaltou que a nível nacional foram detidas 2.584 pessoas, das quais 1.082 se encontram presas preventivamente.

Relativamente às últimas apreensões de alimentos e artigos de uso pessoal nos estados de Zulia e Falcón, Gil disse que o Ministério Público delegou no fiscal 77 nacional com competência em delitos fronteiriços, Mario Molero, a coordenação da investigação. A responsável indicou ainda que as autoridades estão a realizar um seguimento imediato a todas estas irregularidades, «mas sempre actuando dentro do direito e respeito pelo ordenamento jurídico». No passado 15 de Janeiro, o Ministério Público informou que foram presas preventivamente três mulheres e quatro homens pelo presumível contrabando de aproximadamente duas toneladas de alimentos com destino ao território colombiano, situação que foi detectada dois dias antes no posto de controlo que se encontra na ponte sobre o rio El Limón, município de Mara, Estado de Zulia.

NO COMMENTS

Leave a Reply