Português e filha assassinados na sua própria casa

Conforme informaram familiares, faltou a luz na área e três indivíduos subiram para a casa utilizando um andaime de uma obra em construção

0
8496

Ommyra Moreno Suárez

Um cidadão de origem portuguesa de 55 anos, identificado como José Ángel De Oliveira Rodríguez, e a sua filha de 20 anos, Angélica Andreína De Oliveira León, foram assassinados na madrugada do dia 11 de maio pelos delinquentes que entraram na sua residência, localizada na urbanização Villas de San Diego Country Club, no setor La Cumaca do município San Diego, Estado Carabobo.

Conforme informaram familiares, faltou a luz na área e três indivíduos subiram para a casa utilizando um andaime de uma obra em construção. Escalaram a parede e chegaram até à janela que estava aberta devido à falta de luz. Ao ouvir os intrusos, De Oliveira saiu armado para os enfrentar, contudo estes dispararam contra ele e contra a filha, conseguindo depois fugir.

De acordo com fontes familiares, a mulher e mãe das duas vítimas mortais conseguiu sobreviver ao assalto, ao esconder-se dentro de um armário da casa.

Conseguimos apurar que José Ángel era arquiteto e a sua filha estudante do quinto semestre de arquitetura da Universidad José Antonio Páez.

Os crimes estão a ser investigados pelo Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (CICPC, antiga Polícia Técnica Judiciária). Segundo foi possível apurar, o pai de José Oliveira, igualmente emigrante na Venezuela, também faleceu há uns anos na sequência de um assalto.

O arquitecto era sócio do Centro Social Madeirense e uma pessoas muito estimada entre a comunidade madeirense.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here