Sertanense reduzido a oito vence Farense e segue para ‘oitavos’ da Taça...

Sertanense reduzido a oito vence Farense e segue para ‘oitavos’ da Taça de Portugal

0 68

O Sertanense assegurou a passagem aos oitavos de final da Taça de Portugal em futebol, ao vencer o Farense por 2-1, após prolongamento, tendo marcado o golo decisivo com apenas oito jogadores em campo.
A formação do Farense, da II Liga, foi mais perigosa no primeiro tempo perante uma equipa do Campeonato de Portugal (terceiro escalão), que se mostrou muito combativa e organizada defensivamente, mas muito penalizada disciplinarmente, tendo terminado a partida com três jogadores expulsos.

A equipa algarvia criou nos primeiros 20 minutos duas soberanas oportunidades para abrir o marcador, com Ryan Gould a construir jogadas que Fábio Nunes e Fabrício Simões não concretizaram.

O Farense viria a adiantar-se no marcador aos 32 minutos, através de Fabrício Simões, com um remate frontal e já dentro da área, num lance em que os locais reclamaram fora de jogo no início da jogada.

A reação do Sertanense traduziu-se num remate perigoso de Sevivas, mas às malhas laterais. A fechar o primeiro tempo, o Farense ainda levou a bola à barra da baliza do adversário.

O segundo tempo começa com a expulsão do defesa Sana, aos 51 minutos, por uma entrada dura, que lhe valeu a amostragem do segundo amarelo. A jogar com menos um, o Sertanense tentava chegar à igualdade, mas o Farense não dava margem para grandes veleidades, ainda para mais com uma nova expulsão de um jogador da Sertã, Ka Semedo, à passagem dos 82.

A jogar com menos dois jogadores, o resultado parecia feito, mas, aos 90 minutos, Milhazes cruzou da esquerda e Marquinhos encostou já dentro da pequena área para o empate.

A explosão de alegria dos adeptos e jogadores da equipa da casa acabaria por valer a terceira expulsão para o Sertanense, com o vermelho direto mostrado a Doukoure pelo modo como festejou junto dos adeptos adversários.

Com apenas oito jogadores em campo para disputar o prolongamento, seria mesmo o Sertanense a chegar à vantagem, por Duarte Coelho, aos 92 minutos, num lance em que o guarda-redes algarvio não ficou isento de culpas.

Até final do prolongamento, viram-se oito jogadores do Sertanense a defender a vantagem com ‘unhas e dentes’, e o Farense a tentar chegar ao empate, o que não viria a conseguir.

Com o apito final do árbitro portuense, a festa fez-se no campo com aplausos e gritos de “Só para no Jamor”.

NO COMMENTS

Leave a Reply