Silas é o terceiro a deixar o clube na edição 2019/20 da...

Silas é o terceiro a deixar o clube na edição 2019/20 da I Liga

0 49

A saída de Silas do comando técnico do Belenenses SAD aumentou para três o número de treinadores que deixaram os clubes na edição 2019/20 da I Liga de futebol, todos após a quarta jornada.

O ‘timoneiro’ da formação lisboeta deixou o clube sem qualquer vitória oficial ou golo marcado, no 17.º e penúltimo lugar do campeonato e eliminado da Taça da Liga, após a derrota em casa frente ao Boavista (1-0), na passada sexta-feira.

Depois de ter levado o clube ao 12.º lugar em 2017/18, quando sucedeu a Domingos Paciência após a 18.ª jornada, o antigo médio internacional português comandou o Belenenses SAD ao nono lugar na época passada.

Silas foi o terceiro treinador ‘chicoteado’ na presente edição do campeonato, um dia depois de o holandês Marcel Keizer ter sido substituído interinamente no Sporting por Leonel Pontes e, três dias depois, da saída de Filó do Paços de Ferreira.

Keizer, de 50 anos, deixou os ‘leões’ no quinto lugar do campeonato, a três pontos do líder Famalicão, após o desaire na receção ao Rio Ave, por 3-2, no sábado.

O Sporting iniciou o campeonato com um empate 1-1 no terreno do Marítimo, seguindo-se triunfos na receção ao Sporting de Braga, por 2-1, e no terreno do Portimonense, por 3-2, que deixaram os ‘verde e brancos’ na liderança do campeonato, em igualdade com a formação famalicense.

No passado sábado, o Sporting falhou a defesa desse estatuto em Alvalade, num encontro em que o defesa uruguaio Sebastian Coates cometeu três grandes penalidades sobre o avançado iraniano Taremi.

O percurso iniciado em 08 de novembro de 2018, quando sucedeu a Tiago Fernandes, que comandava interinamente o clube após o despedimento de José Peseiro, terminou na terça-feira, tendo como momentos mais marcantes as conquistas da Taça da Liga e da Taça de Portugal.

Com o triunfo na prova ‘rainha’, o Sporting assegurou a presença na Supertaça Cândido Oliveira, na qual foi goleado por 5-0 pelo campeão nacional Benfica, em 04 de agosto, no Estádio Algarve, depois de não ter vencido qualquer jogo na pré-temporada.

Antes da saída de Keizer e a entrada interina de Leonel Pontes, que orientava os sub-23 dos ‘leões’, já o Paços de Ferreira, lanterna-vermelha com um ponto, tinha substituído o treinador, trocando Filó por Pepa.

A primeira experiência na I Liga do treinador portuense, de 47 anos, que sucedeu a Vítor Oliveira após a subida do clube, terminou no passado domingo com um saldo de três derrotas, frente a Benfica (5-0), Santa Clara (1-0) e Marítimo (1-0) e um empate na visita ao Boavista (1-1).

NO COMMENTS

Leave a Reply