Porque surge o fenómeno “déjà vu”?

Porque surge o fenómeno “déjà vu”?

0 492

Segundo os neurologistas, este ocorre quando o cérebro se foca num detalhe da cena, Sendo que este pode ser um som, um cheiro ou uma cor que seja familiar.

Ommyra Moreno Suárez 

Cerca de 80% das pessoas já experimentaram nalgum momento da sua vida a sensação de reconhecer uma situação, como se já a tivessem vivenciado antes. O termo “déjà vu”começou a ser utilizado nos finais do século XIX graças ao filósofo Émile Boirac. Este fenómeno, segundo os neurologistas, acontece quando o cérebro se foca num detalhe da cena, assim como num som, cheiro ou cor que seja familiar, provocando que o indivíduo, durante essa fração de segundos, associe o elemento com uma situação do passado. Por outro lado, há quem sugira que se trata de um feito experimentado em vidas passadas e que torna à memória no momento em que a pessoa frequenta locais ou situações parecidas às que viveu nas suas outras vidas. Contudo, apesar dos múltiplos mitos que rodeiam o “déjà vu”, a verdade é que nenhuma destas teorias foi alguma vez comprovada até ao momento. Embora já se fizeram estudos para tentar chegar a uma conclusão sobre este fenómeno, os especialistas também o associam à epilepsia, garantindo que alguns pacientes referem que experimentaram este fenómeno antes e depois de uma crise epilética, o que se carateriza por uma alteração do cérebro que poderia explicar a manifestação de um ligeiro desfase na interpretação do tempo, propiciando a que apareça o “déjà vu”.

SIMILAR ARTICLES

NO COMMENTS

Leave a Reply