UE na Venezuela condena violência contra mulheres

UE na Venezuela condena violência contra mulheres

0 40

Mais de 2 mil pessoas participaram numa corrida e caminhada em Caracas para condenar a violência contra as mulheres, organizada pela embaixadora da União Europeia na Venezuela, Isabel Brilhante Pedrosa. “Portuguesa, sim, mas agora com um chapéu de embaixadora da União Europeia na Venezuela. Esta corrida nasceu da ideia de sensibilizar os caraquenhos para uma das mais graves violações dos Direitos Hu manos que é a violência contra as mulheres. Estamos muito satisfeitos com a resposta. Tivemos mais de 2 mil corredores esta manhã, aqui um dia absolutamente fantástico, para sensibilizar e denunciar um tratamento que é absolutamente inaceitável. (…) Creio que todos estamos unidos neste compromisso colectivo e individual de dizer não à violência de género”, disse.

Segundo Isabel Brilhante Pedrosa, a violência contra as mulheres “é um comportamento não aceitável e que deve ter tolerância zero”. “Todos temos que assumir este compromisso de dizer já ‘basta de violência contra as mulheres’”, sublinhou. “Isto é uma prioridade de todos os Estados-membros da União Europeia, mas também do cidadão anónimo, dos europeus que vivem em Caracas, incluindo muitos portugueses. Estamos todos unidos nesta campanha de sensibilização contra a violência de género”, concluiu.

NO COMMENTS

Leave a Reply