A benemerência dos emigrantes em prol dos Bombeiros

0
33

Um dos mais importantes pilares da proteção civil em Portugal, os Bombeiros desempenham um serviço fundamental em ações de socorro decorrentes de acidentes rodoviários, combate a incêndios, desastres naturais e industriais, emergência pré-hospitalar e transporte de doentes, assim como abastecimento de água às populações, socorros a náufragos, e inúmeras ações de prevenção e sensibilização junto das populações.

Exemplos de serviço de cidadania, às vezes sem o devido reconhecimento dos poderes políticos, as corporações de bombeiros em Portugal debatem-se constantemente com grandes dificuldades, resultantes da falta de meios financeiros, que em muitos casos entravam inclusive a prestação de serviços essenciais às populações.

Ao longo dos últimos anos, muitas destas dificuldades e entraves, agravados pelos contextos de debilidades económicas, têm sido mitigados e ultrapassados graças à benemerência de vários emigrantes portugueses, que um pouco por todo o território nacional são um apoio vital para o funcionamento de corporações e para a prossecução de relevantes serviços prestados pelos bombeiros às populações.

Um desses exemplos paradigmáticos encontra-se plasmado na filantropia do emigrante e empresário de sucesso Mapril Batista. Natural do Bombarral, distrito de Leiria, Mapril Batista partiu para França na década de 1960, na companhia da mãe e do irmão mais velho, ao encontro da figura paterna que emigrara a “salto” em demanda de melhores condições de vida para uma família humilde, na esteira da larga maioria da população que durante a ditadura portuguesa vivia na pobreza.

Empresário multifacetado, com uma trajetória marcada pelo mérito e pela inovação, premissas que estão na base do prémio COTEC Portugal, que recebeu em 2013 das mãos do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva. Assim como, das insígnias da Ordem de Mérito, grau de Comendador, que lhe foram atribuídas pelas autoridades portuguesas em 2018, Mapril Batista fundou no alvorecer do séc. XXI a “Les Dauphins”, uma empresa de referência no fabrico e venda de ambulâncias adaptadas em França, contexto que concorre para que Mapril Batista seja conhecido como o “rei das ambulâncias”.

Entre os aspetos mais proeminentes do comendador Mapril Batista, sobressai indelevelmente a sua dimensão benemérita e o profundo apego à pátria de Camões. É nesse sentido, que ao longo dos anos, entre inúmeras outras associações e entidades, o emigrante empreendedor tem prestado um apoio notável à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Lourinhã, uma vetusta corporação que se constitui como uma peça estruturante no serviço prestado à população no litoral da região Oeste.

Entre vários outros apoios, por exemplo, no ocaso do ano de 2016, Mapril Batista ofereceu aos Bombeiros Voluntários da Lourinhã uma ambulância. Em 2020, a sua empresa procedeu à transformação da ambulância da corporação lourinhanense de socorro que integra o PEM – Posto de Emergência Médica do INEM. E no início do ano de 2023, a realização do espetáculo solidário “Insónia” com o ator e apresentador Fernandes Mendes, e cujas verbas angariadas reverteram a favor da aquisição de uma viatura de transporte múltiplo para os Bombeiros da Lourinhã, contou com o patrocínio de Mapril Baptista.

A singular filantropia do emigrante empreendedor em prol dos Bombeiros Voluntários da Lourinhã, levou a que no passado dia 12 de maio, no âmbito das comemorações do 96.º aniversário da associação lourinhanense, Mapril Baptista, sócio benemérito da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Lourinhã, fosse agraciado com o Crachá de Ouro da Liga dos Bombeiros Portugueses. Uma distinção inteiramente justa e merecida, que tem por finalidade galardoar a prática de atos e/ou serviços relevantes de inquestionável contributo para a dignificação da Causa dos Bombeiros.

Uma das figuras mais conhecidas da comunidade portuguesa em França, a mais numerosa das comunidades lusas na Europa, a benemerência do comendador Mapril Baptista em prol dos Bombeiros, na esteira de outros notáveis exemplos que foram ou estão a ser dinamizados no seio da diáspora, evidenciam o cunho solidário de vários compatriotas espalhados pelo mundo e alentam a máxima da poeta e escritora Iara Schmegel: “Bombeiros, aqueles que acendem a chama da esperança”.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here