‘ADN madeirense’ representa Portugal além-fronteiras

0
31

“Representar a Madeira e Portugal em geral é um orgulho enorme, é levar o nome da terra da minha mãe mais alto e mais longe. Infelizmente faleceu em 2016 e esta é para mim uma oportunidade para me ligar a ela e às suas raízes [madeirenses]”, enaltece Oricia Domínguez, candidata de Portugal a Miss Universo.

Como lusodescendente nascida na Venezuela, representar a ligação que existe entre a Madeira e terras de Simón Bolívar, é outro facto que a enche de orgulho.

Isto porque “a Venezuela foi um país que recebeu muito bem os emigrantes portugueses, e agora, os descendentes estão a regressar à Madeira e são igualmente bem recebidos”.

“Para mim é um honra poder representar estas duas culturas”, enaltece.

De visita à Região, Oricia Domínguez explica que a Madeira é o local com que mais se identifica em Portugal.

“A minha nasceu cá, é de Santa Cruz. Vínhamos sempre de férias”, recorda.

Apesar de lusodescendente, garante que o seu objetivo é o de promover o talento madeirense, estilistas, entre outros.

Mas há uma novidade que a candidata a Miss Universo revela ao JM e da qual se orgulha bastante.

“Para o ano vou estar na festa da flor”, explica, após ter recebido confirmação de que iria estar no primeiro carro alegórico do desfile do próximo ano.

Beleza e cultura são palavras que definem esta mulher que já participou em diversos concursos de beleza. No entanto, sempre teve um sonho: Representar Portugal.

“A Miss Portuguesa sempre foi uma das opções quando decidi começar a participar em concursos de beleza”, afiança.

A antecâmara do concurso a Miss Portuguesa

Na altura a residir em Espanha, Oricia Domínguez encontrou nos amigos a motivação para participar neste certame de beleza, que a incentivaram a formalizar a sua candidatura online para representar a comunidade portuguesa em Espanha.

Após ultrapassar várias etapas com distinção e ser eleita a representante portuguesa no concurso a Miss Universo, teve que passar a viver em Portugal, o que lhe permitiu ligar-se às raízes maternas e conhecer – ainda mais – a cultura portuguesa, que considera ainda ter muito que aprender.

Além disso, coloca em prática a língua, o que não é um impedimento, já que a fala desde os 3 anos de idade e a intitula como sua primeira língua.

Oricia Domínguez vai representar Portugal a 12 de dezembro, neste que é o maior certame de beleza do mundo.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here