Aprendamos a usar os cartões de crédito

0
987

A Carlota gosta da ideia da sua filha ter, como TPC do quarto ano, uma investigação sobre os cartões de crédito e os prós e contras de usá-los. Juntamente com o seu marido, propôs-se a partilhar com os seus filhos uma cultura financeira para que, desde crianças, compreendessem que o dinheiro pode ser um grande aliado às suas vidas se é usado de forma racional e se habituam a guardar uma parte para a velhice que, embora pareça longínqua, um dia chega.

O cartão de crédito é um instrumento financeiro através do qual se podem efetuar pagamentos em qualquer estabelecimento comercial que o aceite. É uma linha de crédito que, como tal, gera despesas administrativas de financiamento e de manutenção. É uma forma de pagamento como em dinheiro, cheque ou cartão de débito, com o pormenor de, ao usá-la, se gera uma dívida bancária.

Antes de fazer um cartão de crédito e, com o intuito de sacar mais proveito dele, é importante saber a data de pagamento, o montante de crédito disponível e a taxa a cobrar pelo financiamento. Se pagamos o consumo que fazemos com ela, é essencial conhecer a data de pagamento, para não ter custos a mais. Quando a data é, por exemplo, o dia 3, o melhor dia para a usar é o dia 4, pagando os montantes em dívidas antes do novo pagamento.

O cartão de crédito pode ser de grande utilidade para emergências ou despesas inesperadas, como a reparação do carro ou a compra inesperada de medicamentos. Também pode ser uma excelente referência na hora de solicitar um crédito bancário. Contudo, utilizado de forma correta, pode converter-se numa dor de cabeça e incidir negativamente no fluxo de caixa pessoal das quotas mensais, fruto do compromisso adquirido.

O cartão de crédito não é dinheiro “vivo”, não é uma extensão do salário mas apenas um produto financeiro e, como tal, os pagamentos que se façam com este se convertem numa dívida a uma instituição financeira. Deve, como tal, ser usado com cautela e ser reservado para ocasiões especiais se não se tem verbas suficientes para cobrir o nosso orçamento.

Depois de Nora ter terminado a sua investigação, que incluiu um estudo a várias pessoas do seu meio, compreendeu que os cartões de crédito oferecem muitas vantagens para as pessoas que os sabem usar. Mas ficou a saber que algumas pessoas se endividam muito com estes cartões, não conseguindo depois pagar as dívidas ao banco. Já está pronta para apresentar este tema aos seus colegas de turma e responder a todas as suas perguntas.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here