Aromas portugueses conquistam a Venezuela

Vários comerciantes madeirenses na Venezuela explicam que os produtos portugueses estão a chegar em maior quantidade ao país, algo que se reflete numa maior venda de um produto luso que é considerado de maior e melhor qualidade.

0
28

Marco António Sousa

A comunidade portuguesa na Venezuela é tradicionalmente considerada uma das mais trabalhadoras, empreendedoras e com vontade de crescer no mercado nacional. Hoje não é diferente.

Os portugueses continuam a apostar no futuro em terras venezuelanas, mantendo as suas instalações em condições e empenhando-se em prestar um bom serviço.

Além disto, nos últimos meses, há um aumento notório na chegada de produtos portugueses a terras de Simón Bolívar. Aumento este que se tem traduzido numa maior venda.

“Na loja de animais que sou proprietário tenho 4 marcas de produtos alimentares, para todo o tipo de cães, que são feitos em Portugal. O produto português está a competir aqui na Venezuela”, explica Álvaro Aguiar, comerciante lusodescendente.

Para o também contabilista tem havido “um aumento” da circulação de produtos portugueses neste país sul-americano.

“Tem havido um aumento. Temos variedade [de produtos portugueses]. Há muitos vinhos portugueses aqui, vinho da Madeira e do Porto consegue-se em qualquer supermercado”, continua.

Produtos portugueses bem presentes

Já Agostinho Perregil, madeirense que reside em Caracas, conta que os aromas portugueses estão cada vez mais presentes no dia-a-dia quer de madeirenses, lusodescendentes ou mesmo venezuelanos.

“Há portugueses que importam bacalhau e azeite. O meu amigo, por exemplo, trouxe especiarias e vendeu entre madeirenses”, descreve.

Este aumento repentino de produtos importados tem explicação e para Agostinho Gomes Lucas, comerciante na Venezuela, deve-se ao “facilitismo que há para importar toda a classe de mercadoria”.

“Há um sistema chamado entrega porta a porta. Você não paga nada na alfândega e não paga IVA”, continua.

No entanto, e como produto importado, o comerciante explica que chega a ser vendido três vezes mais caro que, por exemplo, na Madeira.

Esta abundância de produtos lusos em terras de Simón Bolívar estará ligada ao aumento de transporte de carga da TAP para a Venezuela através do serviço TAP Air Cargo. De acordo com um comunicado da transportadora aérea portuguesa, no último ano, foram realizados 43 voos, com 855.628 quilogramas transportados desde Lisboa para Caracas.

Bolivar digital entra em vigor

A partir de sexta-feira a Venezuela eliminou seis zeros ao bolívar soberano, a moeda local, e entrou em vigor o novo bolívar digital, conforme havia anunciado o Banco Central da Venezuela (BCV).

«A partir de 1 de outubro de 2021, o Bolívar Digital entrará em vigor, aplicando uma escala monetária que elimina seis zeros à moeda nacional. Ou seja, todos os valores monetários e tudo o que se expressa em moeda nacional vai ser dividido por um milhão (1.000.000)», explicava à data um comunicado do Banco.

O BCV detalha que o bolívar físico e o digital vão circular em simultâneo como expressão da economia venezuelana e que a taxa de câmbio «continuará a ser determinada pelo Sistema de Mercado de Câmbio da Venezuela e calculada com base nas transações cambiais realizadas por indivíduos e empresas através das mesas de câmbio dos bancos».

Para Agostinho Gomes Lucas, comerciante madeirense no país, esta alteração não deverá melhorar a economia.

“Para mim não melhora nada pois o que hoje vale 10 milhões de bolívares a partir de hoje 1 de outubro passa a ser 10 bolivares. Só desaparecem 6 zeros, isso não resolve nada, não é com essas medidas que vai melhorar a economia”, lamenta.

De acordo com o comerciante “90% do mercado” no país funciona em dólares.

TAP aumenta transporte de carga para a Venezuela

TAP Air Cargo anunciou o reforço da operação regular de carga de Lisboa para Caracas, na Venezuela, com um voo dedicado por semana – excecionalmente dois. No último ano, foram realizados 43 voos, com 855.628 quilogramas transportados desde Lisboa para Caracas e com 162.419 quilograma transportados de Caracas para Lisboa.

NÚMERO: 855.628 quilogramas foram transportados pela TAP no último ano desde Lisboa até Caracas.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here