Associação de Lesados do Banif reúnem-se com o Governo da República a 23 de setembro

0
49

O presidente da Associação de Lesados do Banif – ALBOA, Jacinto Silva, disse hoje, no final de um encontro com associados, no Funchal, que o gabinete do secretário de Estado do Tesouro, do Ministério das Finanças, convidou as associações que representam os lesados do antigo banco madeirense para uma reunião no ministério. Foram também convidados a CMVM e o Banco de Portugal.

O auditório do Instituto de Emprego da Madeira, situado nas imediações do Mercado dos Lavradores, no Funchal, revelou-se demasiado pequeno para a quantidade de lesados do Banif muitos emigrantes e ex-emigrantes, que se deslocaram ao local para serem atualizados sobre as últimas novidades do processo de luta pela recuperação das suas poupanças.

Jacinto Silva espera que ao fim dos vários anos de luta, desde a queda do Banif, que seja criado um fundo de crédito para criar uma solução semelhante à encontrada para os antigos lesados do BES. O presidente da ALBOA esteve acompanhado pelo advogado Nuno da Silva Vieira, que representa a maioria dos lesados.

Refira-se que hoje são cerca de 2.300 lesados do Banif que reclamam as suas poupanças, estimadas entre 180 a 220 milhões de euros. Destes, o número de madeirenses ascende a cerca de 600, que reclamam uma verba entre 60 a 70 milhões de euros.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here