Cafôfo nas aulas do Centro Português: “São exemplos de como a cultura portuguesa deve ser divulgada”

0
72

Paulo Cafôfo visitou há momentos as aulas da língua de Camões que são ministradas no Centro Português em Caracas e ficou encantado com que testemunhou: “São exemplos de como a cultura portuguesa deve ser divulgada”, afirmou.

O governante, que se encontra a visitar a Venezuela desde quinta-feira, começou por “agradecer a todas as pessoas que ensinam a língua portuguesa” num trabalho fundamental para que a mesma “continue a ser falada longe de Portugal” .

“Estou grato por estar nesta sala porque para mim é a língua mais bela do mundo, como disse José Saramago”, acrescentou, depois ser acolhido por pelos alunos, muitos deles de tenra idade, e que fizeram questão de agradecer a sua presença, e também sublinhar o seu “prazer em aprender a língua dos seus pais e avós”.

A resposta de Cafôfo foi peremptória: “Se fosse o professor, recebiam todos a nota mais alta”.

O governante visitou depois o escritório do Instituto Português de Cultura, que onde se reuniu com o seu presidente e também conselheiro das Comunidades Portuguesas.

“Estes são exemplos de como a cultura portuguesa deve ser divulgada. Esta é uma função de serviço público, para tornar a nossa cultura conhecida. Muito obrigado e parabéns pelo seu trabalho e pelo seu empenho na divulgação da cultura portuguesa”, declarou Cafôfo .

Depois da reunião com a equipa do IPC, Cafôfo prosseguiu com a visita às instalações do CP. O dia tem corrido entre muitos sorrisos e boa disposição, na companhia do Embaixador de Portugal em Caracas, Carlos de Sousa Amaro, e do presidente da Direção do clube, Sérgio Nunes.

Antes, o secretário de Estado visitou a Sociedade de Beneficência das Damas Portuguesas, que desempenha um trabalho a favor de causas beneficentes relacionadas com lares de terceira idade, pessoas de fracos recursos e doentes em idade infantil.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here