Carnaval: Uma celebração com história

0
16

O carnaval combina elementos como disfarces, desfiles e festas dentro de portas ou nas ruas. Apesar das grandes diferenças que a sua celebração apresenta em todo o mundo, a sua característica comum é a de ser um período de permissividade e algum descontrolo.

Reza a história, em jeito de lenda, que esta comemoração tem origem em festas pagãs, como as que se celebravam em honra a Baco, o deus do vinho, divindade romana, ou as festas que se realizavam em honrado touro Apis, no antigo Egipto. Ainda de acordo com vários historiadores, o Carnaval remonta às antiga Suméria e Egipto, onde há mais de 5.000 anos, celebrações muito semelhantes às época do Império Romano eram celebradas. Terão sido levadas para a Europa, tendo os portugueses e os espanhóis as levada por seu turno para a América, a partir do século XV.

O carnaval está associado principalmente com os países de tradição católica e em menor medida com os cristãos ortodoxos orientais; as culturas protestantes usualmente não celebram o Carnaval ou possuem tradições alteradas, como é o caso do Carnaval dinamarquês.

Segundo o livro do Guinness dos Recordes, a maior celebração de Carnaval do mundo é a do Rio de Janeiro. Mas o Brasil não é o único país do mundo onde se festeja o Carnaval em grande. Os carnavais de Santa Cruz de Tenerife e Cádiz, em Espanha; Colónia, na Alemanha; Oruro, na Bolívia; Veneza, em Itália; Barranquilla e Pasto, na Colômbia; Veracruz e Mazatlán no México; e os de Callao, na Venezuela, entram nessa lista.

Outro dado curioso é que os carnavais mais longos são os de Montevideu, na capital de Uruguai, que dura 41 dias; e os de Gualeguay e Gualeguaychú, em Entre Ríos, Argentina, já que duram desde o primeiro fim de semana de Janeiro até o primeiro fim de semana de Março.

Na Venezuela, a tradição do Carnaval chegou com a colonização espanhola. Foi no século XVIII que começou a celebrar-se em Caracas de maneira mais refinada, com carroças, comparsas, entre outros motivos e adereços. As zonas da Venezuela onde se vive com mais intensidade são Puerto Cabello, San Diego, Barquisimeto, Carúpano, Maturín, Mérida e El Callao.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here