Conheça o sabor “Umami”

0
670

Doce, salgado, amargo e ácido são os sabores que você acredita que tem a capacidade de distinguir com o seu paladar. Mas o certo é que assim como os sentidos, os sabores também são cinco, e o quinto vai parecer-lhe bem estranho, provavelmente vai custar-lhe acreditar que existe.

Trata-se do sabor “Umami” e foi descoberto por um cientista japonês de nome Kikunae Ikeda, professor da Universidade Imperial de Tóquio, que o descreveu como o sabor mais difícil … de descrever. Não havendo uma descrição específica, é possível, no entanto listar, os efeitos que tem no nosso corpo, e especificamente sobre o sistema nervoso.

O sabor “Umami” não só ajuda a salivação como também produz na língua uma sensação aveludada, que estimula a garganta, o paladar e parte posterior da boca. E como se não bastasse, se algo que lhe sabe bem, o “Umami” encarrega-se de que saiba muito melhor, já que é ele que faz o sabor agradável de uma grande quantidade de alimentos.

A nossa língua pode degustar o “Umami” desde que somos muito pequenos em alimentos como o leite materno, que o contém em amplas quantidades. E à medida que nos vamos desenvolvendo, aparece nos outros tipos de alimentos, como nos peixes, mariscos, carne curada, e em verduras como os cogumelos, tomates, couve, espinafres e outros. Os produtos fermentados e inclusive o chá verde também nos brindam esse sabor, que se bem que é certo que não são agradáveis para todos, grande parte da população desfruta dos mesmos.

O glutamato monosódico junto com o ribonucleótido GMP favorece este sabor, que também proporciona aos idosos uma oportunidade de continuar a desfrutar do sabor dos seus alimentos favoritos, já que os ajuda a recuperar o sentido do gosto, e com ele, o apetite.

E então? Será que tem o “Umami” activado no seu organismo? Com que alimento se activa mais rápido este sabor?

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here