CP recebeu Expo Escala Avila 2015

Pequenos e grandes desfrutaram de uma grande variedade de modelos à escala.

0
810

Como forma de ampliar o leque de opções oferecidas aos seus associados, a direcção de Cultura do Centro Português anuncia a chegada de novos projectos que já se perfilam como bem-sucedidos. Para além do início de um novo ano académico nas diversas actividades e cursos oferecidos no centro social, os responsáveis pela divulgação da cultura prometem oferecer cada vez mais diversidade de actividades para todos os gostos.

Nos passados dias 3 e 4 de Outubro, o Cantinho da Cultura do Centro Português viveu uma verdadeira explosão de criatividade com a Expo Escala Avila 2015: Grandes e pequenos fizeram voar a sua imaginação com os incríveis modelos à escala realizados pelos membros do Club de Modelismo Estático Avila, no âmbito da celebração dos seus 16 anos.

Nesta ocasião, a direcção de Cultura ofereceu ao público uma mostra variada de modelos à escala elaborados com as mais variadas técnicas e materiais. A exposição, enquadrada na categoria aberta “Modelando a TAMIYA”, foi composta por diferentes veículos e aviões feitos à mão e pintados com pincel ou aerógrafo.

Para além do prémio próprio da competição, o Centro Português entregou o prémio ‘Modelo Destacado’ a Ernesto Ramos, com una figura de Volgor, que captou a atenção de todos pela qualidade dos seus detalhes.

Alberto Viveiros mostra-se optimista pelo patamar atingido pelas diferentes actividades culturais no centro social e assegura que continuará a procurar novas iniciativas como esta, com a finalidade de aproximar todos os associados à Cultura.

‘Vengo por el aviso’ regressa aos palcos
O Grupo de Teatro LusoScena apresenta de novo a sua obra ‘Vengo Por el Aviso’ a 8 de Outubro às 8pm, no Salão Nobre. A peça, original de Marc Camoletti e dirigida por Greymar Hernández, conta a história de quatro mulheres: Lili, uma mulher em busca de um candidato a quem arrendar a casa para retirar-se para o campo; Sofia, que precisa de alunos para as suas aulas de piano: Irene, uma dama desesperada por encontrar o modelo perfeito e poder terminar o seu quadro; e Berta, que já não aguenta mais a desordem que as três mulheres deixam pela casa, e enquanto tem de limpar, recolher e ordenar, sonha encontrar o homem ideal, casar-se e poder fugir.

A fotografia está a cargo de Juan Peraza e o design gráfico é de Anders Teodorowicz e Ochostudio; a obra conta com cenografia de Fernando Jardim, adereços de Javier Lefebre, guarda-roupa de Freddy Mendoza e coreografias de Vittorio Marson. A música foi realizada por José Alfonso Quiñones, enquanto a direcção artística foi de Anders Teodorowicz. Todos sob a direcção geral de Greymar Hernández. Recordemos que foi com esta peça que o grupo representou o CP no XXIII Festival de Teatro Interclubes.

#RotaDaCulturaCP continua a crescer
Viveiros e a sua equipa também anunciaram a realização de uma nova Rota da Cultura, desta vez com destino às Águas de Moisés, no Estado de Sucre, de 10 a 12 de Outubro. Neste Centro Turístico Agro-pecuário, situado no sector Rico Azul, assentamento campesino Pantoño, município Ribero, existiram historicamente diferentes centros turísticos tipo zonas balneares, como Poza Azul, Poza Cristal, Poza Paraíso, El Níspero, Los Cocoteros, etc.

Sobre uma extensão de 180 hectares, às margens da lagoa Buena Vista, o Complexo Turístico Agro-pecuário As Águas de Moisés é alimentado pelas nascentes que ali surgem, águas cristalinas ricas em cálcio, potássio e outros elementos, que formam oito piscinas naturais para banho, 11 viveiros para piscicultura de pesca desportiva e consumo, 22 aquários naturais para peixes ornamentais e um canal de navegação para caiaques.

Artículo anteriorModa Lisboa apresenta sangue novo
Artículo siguienteRecomendações Artísticas 625
Editor - Jefe de Redacción / Periodista sferreira@correiodevenezuela.com Egresado de la Universidad Católica Andrés Bello como Licenciado en Comunicación Social, mención periodismo, con mención honorífica Cum Laude. Inició su formación profesional como redactor de las publicaciones digitales “Factum” y “Business & Management”, además de ser colaborador para la revista “Bowling al día” y el diario El Nacional. Forma parte del equipo del CORREIO da Venezuela desde el año 2009, desempeñándose como periodista, editor, jefe de redacción y coordinador general. El trabajo en nuestro medio lo ha alternado con cursos en Community Management, lo que le ha permitido llevar las cuentas de diferentes empresas. En el año 2012 debutó como diseñador de joyas con su marca Pistacho's Accesorios y un año más tarde creó la Fundación Manos de Esperanza, en pro de la lucha contra el cáncer infantil en Venezuela. En 2013 fungió como director de Comunicaciones del Premio Torbellino Flamenco. Actualmente, además de ser el Editor de nuestro medio y corresponsal del Diário de Notícias da Madeira, también funge como el encargado de las Comunicaciones Culturales de la Asociación Civil Centro Portugués.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here