Cristiano Ronaldo custou 117 milhões, mas pode render 340 milhões à Juventus

0
723

AGÊNCIA LUSA

A transferência do futebolista Cristiano Ronaldo do Real Madrid para a Juventus custou 117 milhões de euros, mas o impacto financeiro para os transalpinos pode atingir os 340 milhões, segundo um estudo da consultora KPMG.

De acordo com a análise, o impacto é de 85 milhões de euros por cada uma das quatro épocas do contrato, o que pode motivar o maior “acelerador do crescimento que a Juventus já experimentou ao longo dos anos da presidência de Andrea Agnelli”, iniciada em 2010.

‘De Madrid para Turim: Ronaldo Economics’ é um documento que fornece uma avaliação indicativa do impacto global da ida de Ronaldo para a Juventus em termos de custos, receitas e outros benefícios, como o reconhecimento internacional que a marca CR7 pode gerar para o clube de Turim.

“As expectativas são de que a marca e a exposição da Juventus nas redes sociais cresçam rapidamente em todo o mundo. A valorização monetária de atividades digitais será crucial para que se atinjam as expectativas de crescimento de receita”, refere o estudo.

A KPMG destaca ainda a importância de reforçar o “compromisso da gestão, criatividade, inovação e, potencialmente, novas práticas não implementadas ainda na Juventus”, esforços que, admite, serão facilitados com “sucessos em campo e, eventualmente, pela vitória na Liga dos Campeões”.

Cristiano Ronaldo foi apresentado como novo jogador da Juventus no Allianz Stadium na semana passada. O madeirense diz quer mostrar aos italianos que é “um jogador de alto nível”.

 “A história do Real foi brilhante e agradeço aos fãs, mas agora quero dedicar-me a esta nova fase da minha vida. Mal posso esperar para jogar, estou muito motivado e quero mostrar aos italianos que sou um jogador de alto nível. Quero deixar uma marca na história da Juve e estou muito feliz com este desafio”, esclareceu CR7.

“Na minha opinião é um dos melhores clubes do mundo. Foi uma decisão fácil devido ao poderio da Juventus. Sempre disse que gostava de jogar aqui. É um grande clube com grandes jogadores”, começou por referir o avançado, enquanto respondia a algumas questões dos jornalistas.

“Venho para um desafio grande. Agradeço à Juventus por me dar esta oportunidade de continuar a minha carreira. Sei que é uma liga muito difícil e táctica, mas a minha vida nunca foi fácil”, atirou.

“Há jogadores com a minha idade que vão para o Qatar ou China para terminar a carreira, eu venho para rejuvenescer”. A frase pertence a Cristiano Ronaldo, que assume vontade em mostrar aquilo que vale noutro campeonato competitivo.

“Penso que não tenho de mostrar mais nada, porque os números não enganam. É mais um desafio que vai correr bem”, vaticinou CR7, não sem antes demonstrar aquilo que sente: “Mostra que eu sou diferente de todos os outros”.

“Já não é uma obsessão ganhar a Bola de Ouro. Nunca pensei ganhar duas ou três, quanto mais cinco. A minha ambição é sempre ganhar e ser o melhor, mas nunca se sabe, posso ter essa oportunidade aqui na Juventus, mas não é algo que me tire o sono”, disse Ronaldo, quando instado a responder se a Bola de Ouro é um dos futuros objectivos.

“Vamos lutar por todos os títulos e ver o que a competição nos traz. A Champions é uma competição muito difícil de ganhar”, explicou Cristiano Ronaldo sobre um dos propósitos para a próxima temporada em termos de conquistas colectivas.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here