Cuide do seu sistema auditivo

É de enorme importância que o ouvido cumpra na perfeição o seu papel, não só porque nos permite ouvir, mas também porque regula o equilíbrio.

0
815

Quantas vezes lhe pediram que baixe o som da televisão ou do equipamento de som pois está muito alto? Se isto lhe acontece diariamente, convém que faça uma revisão auditiva, já que é possível que esteja a perder a audição. Existem soluções que o podem ajudar a ouvir muito melhor e que tornarão a sua vida mais fácil.

A partir dos 50 anos, começam a aparecer os primeiros sinais de perda de audição. Se bem que é certo que a maioria das pessoas que padece de problemas tem mais de 60 anos, o problema afecta pessoas de todas as idades, alcançando 10 por cento da população.

As pessoas que começam a perder a audição não estão plenamente conscientes disso, porque o ouvido acaba por adaptar-se e acostuma-se a ouvir pior. Só os familiares, amigos e outras pessoas lhes fazem notar que a sua audição se deteriorou. No entanto, uma perda de audição de leve a moderada pode chegar a ser muito incapacitante se não for encontrada uma solução, como por exemplo o uso de um aparelho.

Se tiver problemas nos dois ouvidos, o ideal são dois aparelhos, ainda que também se possa optar por colocar apenas no que se ouve melhor. Só nos casos mais complicados, devido à severidade da perda ou pela intolerância aos aparelhos auditivos por diferentes motivos, é valorizada a possibilidade de fazer implantes simples ou implantes cocleiformes para os problemas mais profundos, o que não acontece apenas nas pessoas de idade avançada.

Usar aparelho deixou de ser visto como um sintoma de incapacidade, porque quem o usa melhora a sua capacidade de audição desde o primeiro momento. No entanto, há que ser realista no que diz respeito ao que podemos esperar destes dispositivos: Todos requerem um período de adaptação. A exposição continuada a ruídos intensos deteriora os ouvidos, e ainda mais se já existe algum grau de perda auditiva. Qualquer som assim dos 80 decibéis é nocivo para os ouvidos. O problema é que na vida do dia-a-dia não sabemos exactamente quando estamos a ultrapassar esse nível.

Mas nem só uma exposição prolongada ao ruído deteriora o ouvido. Para uma pessoa com os ouvidos sensíveis, as colunas de som de uma discoteca ou de uma sala de concertos, por exemplo, pode bastar para que se dê um trauma acústico no ouvido interno, que pode ocasionar uma considerável perda de audição.

[quote_box_left]

Algumas alterações que pioram a audição

Dano celular: Com o passar dos anos, as células do zona do chamado caracol (labirinto interior) deixam de mover-se correctamente, pelo que deixam de enviar sinais ao cérebro.

Rigidez nas membranas: Ao envelhecer, as membranas do ouvido interno perdem flexibilidade e transmitem pior as ondas sonoras.

[/quote_box_left]

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here