Da patada graciosa ao reflexo condicionado

0
531

Como amante de animais, é frequente que me perguntem sobre as coisas que acontecem no corpo do meu cão, como esse movimento de patas com o qual brincamos quando lhes fazemos um carinho, que se assemelha com o movimento que um humano faz ao tentar ligar uma mota.

Pois bem, nesta oportunidade trazemos a explicação destas curiosas reacções dos nossos amigos peludos, que ao receber carícias num ponto específico, e não em qualquer parte, já que cada um tem um ponto específico, quando é tocado, começa a agitar uma das patas traseiras. Longe do que possa pensar, esta reacção deve-se a um impulso de auto-protecção, que é activado quando o seu “ponto doce”, como é chamado pelos especialistas, é tocado, e em que a pata do cão entra em modo automático de patadas loucas.
Este movimento, que é muito gracioso, chama-se reflexo condicionado e é uma resposta involuntária que existe para manter o cão a salvo de erros ou perigos.

Debaixo de certas partes da pele do cão existem colecções de caminhos dos nervos que estão ligados à espinal medula. Quando estes nervos se activam, seja por um arranhão, uma carícia ou cócegas, enviam mensagens rapidamente à espinal medula, que dá instruções à perna do cão para que dê patadas.

O mais incrível é que este tipo de reflexos pode ajudar o veterinário a determinar se o cão está com danos nos nervos, pelo que não seria mau consultar o veterinário se este tipo de movimentos no seu cão for normal.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here