Derek Gomes imparável

Surfista lusodescendente leva talento a terras estrangeiras para poder ganhar maiores oportunidades

0
664

Fátima Palmeri Portela

Derek Gomes iniciou a sua atividade no desporto quando tinha quatro anos de idade. Importa ressaltar que foi criado num ambiente de surf, pelo que, como aponta María Alejandra Morales, numa nota de imprensa do El Nacional, o seu amor pelo surf «é prsaticamente uma herança».

Como tal, em 2007, participou no seu primeiro mundial de surf em França e, em 2015, participou no Pipeline Pro Junior do World Surf no Hawai, onde obteve o sexto lugar. Nesse sentido, seria o primeiro venezuelano a devorar as ondas mais perigosas do mundo. Atualmente, com 20 anos, e depois de ter içado a sua bandeira na Califórnia, Estados unidos, Gomes tem o apoio de reconhecidas marcas do território estado-unidense. Mas, apesar disso, para uma entrevista com o El Nacional Web, afirmou que tem saudades do seu país natal, a Venezuela, mas parece-lhe muito difícil constituir vida nele.

Por sua vez, na entrevista, advertiu que na Venezuela o desporto de surf precisa de mais apoio estatal. «Precisamos de dirigentes com excelência profissional. Faz falta orçamentos. Não há quase competências, sem isso os surfistas não são exigentes consigo próprios porque não têm motivos», refletiu Gomes. Acrescentou que a situação venezuelana é muito conflituosa, o que fez com que se desencadeasse insegurança, sem permitir-lhe exercitar-se como deve ser.

Ainda assim, para El Nacional Web, concluiu com uma mensagem para os restantes desportistas do país. «Contam com a minha admiração, pois não é fácil lutar contra a corrente. Procurem alternativas que lhes ofereçam satisfação para continuar em frente. Se surgir a possibilidade de sair do país, não hesitem. É sempre bom ter experiências novas. Se a Venezuela não estivesse a passar por estes problemas, o meu conselho seria o mesmo. Há coisas que tens que vivê-las para aprender e desenvolver-te como pessoa e desportista. Viajar é, sem dúvida, uma excelente fonte de conhecimentos», destacou Gomes.

Imagem: Costa del Sol FM

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here