Diogo Goes integra cinco novas exposições

O artista plástico madeirense Diogo Goes integra cinco novas exposições coletivas, com âmbito nacional e internacional, que decorrerão ao longo do segundo trimestre deste ano.

0
17

O artista plástico, irá integrar quatro exposições da 4ª Bienal Internacional de Arte Gaia 2021, nos Pólos de Gaia, Alfândega da Fé e Funchal (que marca estreia nesta edição). A bienal, com direção artística do artista plástico e museológo Agostinho Santos, é uma iniciativa organizada pela Artistas de Gaia – Cooperativa Cultural, com o apoio da Câmara Municipal de Gaia. A bienal abre ao público no próximo dia 17 de abril e ficará patente até 10 de julho.

Destacam-se as exposições “Artistas Convidados” com curadoria de Agostinho Santos e “Paz e Constituição” com a curadoria de Ilda Figueiredo – Presidente do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), que vem assinalar os 45 anos da Constituição da República Portuguesa. No Pólo de Alfândega da Fé a exposição da bienal tem a curadoria do artista plástico e galerista António Franchini. Já o pólo do Funchal irá contemplar uma exposição coletiva na Galeria Marca de Água, na qual Diogo Goes é curador residente. A exposição deste pólo irá reunir uma dezena de artistas madeirenses , tendo inauguração agendada para 27 de Maio ficando patente até 30 de julho.

A bienal de Gaia, que homenageia na edição deste ano os artistas plásticos Albuquerque Mendes e Paulo Neves, reúne mais de 500 artistas de 17 nacionalidades, cujas obras se debruçam sobre as causas sociais, refletindo sobre a atual crise pandémica, do ponto de vista social e económico.

Para a bienal Diogo Goes apresenta trabalhos de pintura de grandes formatos, intitulados “A República carrega a Constituição adormecida – interpretação do sonho da razão semeia monstros”, “Muito bom aluno: Keep calm and study” e “História de uma discussão entre o céu e o inferno”, entre outros. Estas obras foram desenvolvidas ao longo do último ano, desde o início da pandemia.

Exposição no Brasil

Diogo Goes integra ainda, uma nova exposição coletiva internacional, desta vez em São Paulo, Brasil. A exposição intitulada “Fora de casa – Asas para a Liberdade”, com a curadoria de Fernando Durão e assessoria de Dalva Bertelli, tem a abertura prevista para o final do mês e reúne cinco dezenas de artistas oriundos de vinte e quatro países confirmados. A exposição organizada pela UP’Art irá decorrer no Espaço Cultural Instituto Cervantes em São Paulo, com a chancela da Embaixada de Espanha no Brasil. Para esta exposição o autor madeirense, apresenta um “Avião de papel – Asas da Liberdade”.

Sobre o autor

Diogo Goes é professor assistente no Instituto Superior de Administração e Línguas (ISAL), onde leciona História da Arte e História de Portugal. Curador na Galeria Marca de Água. Funções que acumula com a de Editor-chefe do Jornal da Comunidade Científica de Língua Portuguesa – A Pátria (Ponte Editora). Como artista plástico realizou mais cinquenta exposições individuais e integrou mais centena e meia de exposições coletivas em todo o país e no estrangeiro.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here