Europeias: Portugal foi o quinto país da UE onde taxa de participação mais subiu

0
24

Portugal foi o quinto país da União Europeia (UE) onde a taxa de participação nas eleições europeias, que terminaram no domingo, mais subiu, com um acréscimo de 6,7 pontos percentuais face a 2019, anunciou hoje o Parlamento Europeu.

“A taxa de participação provisória é de cerca de 51%, o que é ligeiramente melhor do que há cinco anos, com aumentos em pelo menos 14 Estados-membros da UE”, disse hoje o porta-voz do Parlamento Europeu, Jaume Duch, falando aos jornalistas em Bruxelas um dia após o fim da votação para as eleições europeias, cujo período decorreu entre quinta-feira e domingo, e após a noite eleitoral no hemiciclo.

O responsável especificou que, na comparação de 2024 face a 2019, se registaram acréscimos na taxa de participação de mais 15 pontos percentuais na Hungria, de mais 12 na Eslovénia, mais 9,6 na Eslováquia, mais 7,7 na República Checa, mais 6,7 em Portugal, mais 4,2 nos Países Baixos e de mais 3,4 pontos percentuais na Alemanha.

Portugal foi, assim, o quinto país com maior subida na taxa de participação, segundo os mesmos dados.

Em Portugal, as eleições para o Parlamento Europeu registaram em território nacional uma taxa de participação de 37,52%, segundo os dados da instituição disponíveis na sua página na internet.

Esta afluência compara com uma percentagem de 30,75% em 2019 e de 33,67% em 2014.

Ainda de acordo com o Parlamento Europeu, no conjunto da UE, a taxa de abstenção nas eleições europeias está estimada em 49%, ligeiramente abaixo da registada em 2019.

Em Portugal, deverá ser de 62,94%.

O Parlamento Europeu estimou, na UE, a afluência às urnas nas eleições que decorreram entre 06 de junho e domingo em 51%, face aos 50,66% do anterior escrutínio.

Em 2019, a taxa de participação nas eleições europeias havia sido de 50,66%, o que se compara com 42,61% em 2014, 42,97% em 2009 e 45,47% em 2004.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here