Examine-se e tire as dúvidas

0
622

Sabia que oito em cada 10 mulheres nas quais é detectado um tumor incipiente da mama conseguem sobreviver? Que na Venezuela são diagnosticados, todos os anos, 2497 casos de cancro da mama, e que a cada 6,5 minutos, uma mulher morre devido a esta doença? É por isso que a insistência em fazer em auto-exame da mama é cada vez maior, já que a idade das mulheres que têm este problema é cada vez menor.

Não é por acaso que as organizações que lutam para apoiar as mulheres que padecem da doença investem em campanhas publicitária e informativas para despertar consciências na sociedade, e diminuir, na medida do possível, a taxa de mortalidade devido ao cancro da mama. Mas se há algo a ter em conta é que todos os anos há um aumento de 2 ou 3 por cento na incidência desta doença na população. Actualmente, mais de 50 por cento das pacientes afectadas pela doença têm menos de 50 anos. A detecção, tratamento e acompanhamento da doença é sempre igual, sem importar a idade, e também o diagnóstico precoce é tão importante numa jovem como numa pessoa mais velha.

Os especialistas aconselham um check up médico anual com a finalidade de evitar que este tipo de doenças seja irreversível. Apesar de, em alguns casos, ser a própria mulher a notar um caroço ou a observar que algo não está bem na mama., o certo é que uma imensa percentagem descobre-o numa consulta de rotina. O tamanho de muitos dos tumores faz com que sejam impossíveis de detectar pelos pacientes, pois 50 por cento deles são demasiado pequenos para que se possam palpar, pelo que aproveitamos a celebração do dia da prevenção do cancro da mama para convidar os nossos leitores a que façam o auto-exame da mama.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here