Exportações em saúde aumentam 13% até junho e Alemanha é principal mercado

0
18

As exportações em saúde cresceram 13% no primeiro semestre, sendo a Alemanha o principal mercado de destino, segundo dados do Health Cluster Portugal (HCP) divulgados.

“A saúde tem sido um dos principais motores da economia nacional. Com um desenvolvimento assinalável ao longo da última década, apresentou no primeiro semestre de 2021 um crescimento das exportações de 13%”, indicou, em comunicado, o HCP.

Neste período, a Alemanha foi o principal mercado de destino, registando uma subida de 9% para 117 milhões de euros.

Em 2020, as exportações em saúde fixaram-se em 1.749 milhões de euros, de acordo com dados da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), citados pelo ‘cluster’.

O setor da saúde representa um volume de negócios anual de cerca de 30.000 milhões de euros e um valor acrescentado bruto (VAB) de cerca de 9.000 milhões de euros, englobando perto de 90.000 empresas e empregando quase 300.000 pessoas.

“Assistimos a um crescimento sustentado da saúde, cujas exportações mais do que duplicaram na última década. O esforço que temos pela frente, de recuperação da nossa economia, poderá e deverá ter neste setor uma das suas alavancas determinantes”, afirmou, citado no mesmo documento, o diretor executivo do Health Cluster, Joaquim Cunha.

O HCP é uma associação privada sem fins lucrativos, que conta com 180 associados, como hospitais, universidades, organizações, instituições de investigação e desenvolvimento (I&D) e empresas das áreas farmacêutica, biotecnologia, tecnologias médicas e serviços.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here