FC Porto deseja embelezar despedida de Pinto da Costa da SAD

0
33

O FC Porto deseja conquistar a Taça de Portugal de futebol face ao recém-campeão nacional Sporting, no domingo, para embelezar a despedida de Pinto da Costa da presidência da SAD, disse o treinador Sérgio Conceição.

“Temos de encarar a final nem com mais nem com menos pressão, porque os jogos aqui são todos para ganhar, mas com a consciência de que poderemos trazer mais um troféu e oferecê-lo a alguém que se dedicou ao clube 42 anos. Era uma bela forma de Pinto da Costa sair, juntando uma taça a milhares de títulos conquistados nas diferentes modalidades”, disse em declarações aos meios dos ‘dragões’.

FC Porto, segundo clube mais titulado, com 19 troféus, sete abaixo do recordista Benfica, e Sporting, terceiro, com 17, vão medir forças no domingo, a partir das 17:15, no Estádio Nacional, em Oeiras, na final da 84.ª edição da segunda competição mais importante do futebol nacional, que conta com arbitragem de Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

“Vai ser uma final difícil e equilibrada. Vamos ter de entrar muito determinados e focados, até porque neste tipo de partidas, pela experiência que eu tenho, os pormenores fazem a diferença e passam a ser ‘pormaiores’”, reconheceu Sérgio Conceição, em busca de um quarto êxito na prova, e terceiro de forma consecutiva, após 2019/20, 2021/22 e 2022/23.

O clássico assinalará a despedida de Pinto da Costa da SAD do FC Porto, cuja liderança exerce desde 1997, ano da criação dessa sociedade responsável pela gestão do futebol profissional portista, que vai passar a ser assumida na terça-feira por André Villas-Boas.

Essa transição será concretizada um mês depois de o ex-treinador e atual presidente do clube ter triunfado nas eleições mais disputadas de sempre dos ‘dragões’, quebrando um período de 42 anos e 15 mandatos do dirigente mais antigo e titulado do futebol mundial.

“A final da Taça de Portugal é um dia de festa, de grande romaria ao Jamor e para beber umas cervejas. Temos de beber da motivação dos adeptos para que também possamos beber uma ou duas cervejinhas no fim, algo que era bom sinal [risos]. O Rúben [Amorim, treinador do Sporting] já bebeu duas ou três e nós ainda não”, indicou Sérgio Conceição.

O treinador do terceiro classificado da edição 2023/24 da I Liga pretende ver uma equipa “consistente, sólida nos processos defensivos, muito audaz e capaz de chegar à baliza adversária, se possível definindo melhor na hora de meter a bola lá dentro”, de maneira a conquistar o único troféu esta época e impedir a sétima ‘dobradinha’ da história ‘leonina’.

“Têm várias formas de defender: num primeiro momento de pressão, na zona intermédia do campo, e numa zona mais baixa em ‘5-4-1’ ou ‘5-2-3’. Temos de olhar para isso e para a nossa dinâmica em posse, percebendo aquilo que devemos fazer para desmontar essa organização defensiva, olhando para os pontos fortes do Sporting e precavendo-nos para a dinâmica interessante de um rival que fez muitos golos durante o campeonato”, apelou.

Enaltecendo a injeção anímica conferida pelas recentes chamadas à seleção principal do Brasil para a próxima Copa América, o lateral-esquerdo Wendell e o avançado Evanilson deram voz à confiança do FC Porto, que vai tentar reeditar uma série consumada apenas entre 2008/09 e 2010/11, quanto conquistou a Taça de Portugal por três vezes seguidas.

“Sabemos das dificuldades. Preparámo-nos bem e ajustámos alguns aspetos do clássico que disputámos no Dragão [empate 2-2, na 31.ª ronda da I Liga]. A nossa equipa esteve bem nesse dia, mas temos de melhorar em vários parâmetros para estarmos mais fortes. Podem esperar uma equipa junta, compacta e com todos a trabalharem no máximo para conquistarmos este título”, indicou Evanilson, melhor marcador da prova, com sete golos, enquanto Wendell admite estar perante o “jogo mais importante do ano” para o FC Porto.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here