Férias longe da tecnologia

Se procura deixar os seus filhos longe dos aparelhos electrónicos e incentivar a criatividade, não deixe de ler sobre as opções existentes em Caracas.

0
981

Qual a melhor prenda que os pais podem dar a um filho? Uma pergunta que tem um milhão de respostas, e provavelmente nenhuma delas está errada, mas certo é que na sociedade de hoje, longe de dar algo material às crianças, o melhor que se pode fazer por elas é semear-lhes verdadeiros valores em casa, e reforçá-los com actividades especiais que não sejam mantê-los ocupados com um dispositivo electrónico.

É por isso, e porque se aproximam as férias escolares, que nesta oportunidade damos a conhecer diversas actividades que, para além de divertidas, incentivam os valores do ser humano, e alimentam essa relação tão necessária entre pais e filhos. Em todo o caso, quem não acredita que é bom manter sempre viva a criança dentro de nós?

Sonhos de plasticina
Iniciamos o percurso por um desses grupos que deslumbram com encanto desde que se conhece o logo, e depois vai apaixonando ainda mais quem os conhece mais profundamente. Trata-se da Plastilinarte, uma organização educativa fundada em 2009 por Antonio Villarroel, e no qual actua um grupo interdisciplinar de educadores, artistas, psicólogos, linguistas e estudantes universitários.

A equipa da Plastilinarte organiza oficinas de plasticina para crianças dos 2 aos 102 anos de idade – sim, leu bem: Segundo eles, somos crianças até aos 102 anos – com a única finalidade de incentivar a criatividade dos artistas em acção.

Não se trata de quem faz a melhor escultura ou mural, trata-se de utilizar a plasticina como recurso pedagógico e como material de infinitas possibilidades plásticas, convidando as crianças a desenvolver a sua criatividade, inclusive baseando-se nas obras de diferentes artistas plásticos.

A Plastilinarte é vista em diferentes actividades sociais ao longo do ano, e pode ser contactada através das redes sociais @Plastilinarte ou em www.plastilinarte.com

La Rana Encantada: Partilhar a alegria de ler!
Quem não gostava de ouvir histórias fantásticas quando era criança? Acredito firmemente que inclusive os mais velhos regressam à infância quando vêem um ‘conta-contos’, um ofício que desapareceu um pouco nas grandes cidades, talvez devido às rotinas e às prioridades.

Mas que pai ou mãe não conta histórias aos seus filhos? Esta é a base inicial da La Rana Encantada, uma organização integral para a promoção da arte e da literatura infantil e juvenil, integrada por ‘conta-contos’, formados também para orientar oficinas de expressão criativa para crianças, jovens e adultos. Tudo isto se desenvolve no Reino da Rania, que se muda para onde se queira abrir um espacinho aos jogos, à exploração e ao gosto pelos livros, pela leitura e pelas artes.

Linsabel Noguera é a Rana Encantada, o espírito desta organização, que já ganhou diversos prémios, e que, para além de ser licenciada em comunicação social, é actriz, narradora oral, promotora de leitura, produtora de rádio, locutora e mãe. Se quiser saber mais sobre a programação da Rana Encantada pode entrar em www.laranaencantada.com ou seguir as redes sociais @ranaencantada.

A arte como saúde
Outro grupo que se move na mesma sintonia, e ao qual chegámos graças às outras duas instituições, é a Psiquearte, uma iniciativa dedicada a promover a saúde mental e a cultura da paz através da arte-terapia e da criatividade, ou seja, encarar a arte como um escape mas também como desenvolvimento do próprio ser.

A missão da Psiqueate é proporcionar a maior quantidade de opções possível para desenvolvimento da imaginação de crianças, jovens e adultos, pelo que as oficinas limitam-se a um grupo ou tema, e procuram adaptar-se o mais possível às necessidades de cada pessoa.

A Psiquearte oferece também acompanhamento psicológico, já que a organização trabalha na base da exploração pessoal, auto-conhecimento e abordagem de problemáticas pontuais em sessões semanais de 45 minutos.

No caso deste movimento, os grupos de arte-terapia permitem um máximo de 10 participantes por sessão, para o melhor contacto possível com as pessoas, e para que estas se sintam confiantes para desenvolver a sua criatividade ao máximo. A Psiquearte pode ser seguida em www.psiquearte.com ou pelas redes sociais @psiquearte.

Um espaço perto do céu
Ainda que os parques públicos tenham sido recuperados aos poucos, no sudeste de Caracas ergue-se uma das maiores reservas de aves e plantas do país, e um dos maiores legados deixados por Billy e Kathy Phelps.
São quatro hectares de jardins nos quais se pode abraçar a Natureza, que vai desde um hectare do Bosque Nublado, conhecido como Bosque da Virgem, e três hectares de diferentes tipos de jardins tropicais, com milhares de diferentes plantas. Além disso, Topotepuy é um sítio especial para os observadores de aves, já que ali se apresentam pelo menos nove espécies de colibris.

Uma das grandes propostas deste espaço são os domingos familiares, nos quais é promovida a união e a partilha entre jogos e aprendizagem, para além dos já famosos workshops de reciclagem, em que as crianças aprendem as técnicas básicas para reciclar em casa, e inclusive tentar incentivar os adultos a juntar-se a esta prática. Toda a informação sobre as actividades desenvolvidas nos jardins Topotepuy em www.topotepuy.com

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here