Segredos de cozinha: Figos em xarope

No nosso percurso pelos pratos típicos venezuelanos, podemos encontrar uma variedade de sabores, odores e texturas. Convidamos os nossos leitores a conhecer um pouco mais acerca das raízes crioulas. A especialidade desta semana é o doce ‘figos em xarope’.

0
1135

A figueira é uma árvore de origem mediterrânica trazida para a Venezuela pelos espanhóis no século XVI. É de copa arredondada, as suas folhas são em forma de dedos, e grossas, que também são usadas para dar sabor aos meles para doces.

A doçaria venezuelana é quase totalmente colonial, porque os antigos venezuelanos não conheciam o açúcar, e preferiam os sabores salgados. O mel foi sendo obtido de vários géneros de abelhas nativas, mas não houve mais interesse no doce, já que tinham domesticado as abelhas e desenvolvido formas de obter mel do milho.

No entanto, durante a época das colónias, começou-se a elaborar doces aproveitando a produção de cana-de-açúcar no país. Também incorporaram e utilizaram produtos venezuelanos na preparação de sobremesas, tais como a farinha de milho, para substituir a farinha de trigo, e a inclusão de uma variedade de frutas da época.

Mas voltando aos figos, existem diferentes receitas para satisfazer os diversos gostos, e são infinitos os modos de preparação do doce de figo, para o qual se utiliza açúcar, para adoçar. São ainda colocadas especiarias, como canela, anis, pimenta gorda, cravinho, laranja ou baunilha, entre outros.

Uma forma simples de preparar o doce é calcular o peso de figos para o mesmo peso de açúcar.

Preparação

Faça uma incisão ou corte em forma de cruz na base do figo. Coloque os figos num recipiente com água que os cubra e deixe-os repousar durante um dia. Coe os figos, coloque-os numa panela e acrescente oito copos de água. Acrescente uma colher de chá de bicarbonato e leve a água com os figos a ferver, deixe cozer de 15 a 20 minutos, ou até que suavizem.

Deixe os figos na água em que cozeram durante mais um dia inteiro. No dia seguinte, coe a água e escorra cada figo até retirar-lhes a maior quantidade possível de água. Procure fazê-lo suavemente para não desfazê-los. Coloque o açúcar ou o ‘papelón’ e as especiarias numa panela suficientemente grande para que não fiquem amontoados. Acrescente seis copos de água e cozinhe em fogo lento até que o açúcar ou ‘papelón’ esteja totalmente dissolvido e se comece a converter em mel.

Acrescente os figos e deixe cozer em lume brando até que o mel fique espesso, cerca de 2 a 3 horas. Uma vez frios, sirva os figos. Se preferir, coloque um pouco de queijo creme ou queijo branco para experimentar um delicioso contraste de sabores.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here