Finanças pessoais instantâneas: “Aprende a desenvolver hábitos financeiros”

0
498

Luísa, agora que é mãe, quer transmitir ao filho os bons hábitos financeiros que, desde a sua infância, recebeu por parte dos seus pais. Esta formação tem sido fundamental para o planeamento e concretização das metas que traçou ao longo da vida. Mas quais são esses hábitos que aprendeu desde criança?

Provavelmente, a exemplo do que se passa com muitas pessoas, pensas que é impossível pôr ordem nas tuas finanças pessoais porque o processo é muito complicado. Mas é possível a partir do desenvolvimento de bons hábitos financeiros, os quais se podem adquirir com a prática, o conhecimento e a disciplina.

“Não compres o que não necessitas”, porque, seguramente, acabarás por ficar com uma coisa que oferecerás depois a teres guardado sem utilização durante meses ou anos. Por outro lado, terás perdido a oportunidade de usar esse dinheiro para algo mais importante como fazer o teu check-up anual com o ginecologista. Numa ocasião, uma madre não renovou o seguro do carro para ter dinheiro suficiente para celebrar o aniversário da filha.

“Estabelecer objectivos” é o modo correcto para empreender um caminho. Para lograr os teus objectivos, serás capaz de fazer mudanças na forma como usas o dinheiro ou terás de procurar outras formas para gerar rendimentos maiores. Se não se dispõe de objectivos é difícil ter um norte para o qual se pode orientar a nossa energia. Para muitos pais, os estudos dos seus filhos são o objectivo mais importante das suas vidas, pelo que lhe dedicam o seu melhor esforço.

“Começar gradualmente” é a melhor fórmula para logra-lo. Ter controlo sobre as nossas finanças pessoais poderá parecer uma tarefa muito difícil no princípio, pelo que se sugere começar pouco a pouco. Fazer mudanças pequenas de forma gradual e constante tornará possível aprender a fazer, de forma natural, uma lista antes de ir às compras, elaborar um orçamento mensal de gastos ou conhecer e gerir melhor a dívida com os cartões de crédito.

Luísa e o marido estão esperando que o filho cresça um pouco para transmitir o primeiro ensinamento e incentiva-lo a poupar para comprar algo como um gelado. Pretendem aproveitar as circunstâncias da vida diária para o incentivar a formar bons hábitos financeiros e dar-lhe a oportunidade de se converter num adulto consciente, capaz de saber que enquanto der o melhor uso ao seu dinheiro, maior retorno terá e, com isso, gozará de uma qualidade de vida melhor.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here