Fotoflash

0
809

Os cursos de Língua Portuguesa na Venezuela voltaram a ter neste início de ano lectivo uma extraordinária procura. As inscrições continuam abertas e nalguns locais houve até necessidade de abrir novos turnos face ao inesperado número de interessados. É o caso do Centro Português, em Caracas, onde as inscrições já atingem as 600 pessoas. Igualmente no Centro Luso-Venezuelano de Catia la Mar, no Colégio San Agustín, em El Paraíso, entre outros, há novos alunos para aprender a falar e escrever melhor o Português. Há, comprovadamente, um interesse crescente pelos cursos, o que, naturalmente, é de aplaudir. Ao mesmo tempo, podemos retirar algumas ilações, nomeadamente a necessidade dos portadores de documentação nacional portuguesa estarem a preparar-se com vista ao futuro, não abdicando de direitos, com vista a percalços nos seus percursos de vida, além da sempre necessária valorização académica e curricular. Outro facto interessante e motivador é o do Governo da República Portuguesa, através do Instituto Camões, ter doado cerca de duas toneladas de livros para os alunos, que estão a ser distribuídos nos diferentes cursos a nível nacional, na Venezuela.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here