Governo atribui cerca de 60 mil euros por mês à Associação Protetora dos Pobres

0
16

O Governo aprovou a celebração de um acordo de cooperação entre o Instituto de Segurança Social da Madeira e a Associação Protetora dos Pobres, relativo ao financiamento das respostas sociais de refeitório/cantina social (incluindo serviços de lavandaria e balneários), centro de alojamento temporário, atelier ocupacional e equipa de rua para pessoas sem-abrigo.

De acordo com o texto das resoluções enviado à imprensa, «para o efeito será atribuído uma comparticipação financeira no montante mensal de 58.399,00 € (cinquenta e oito mil, trezentos e noventa e nove euros) e uma comparticipação financeira de prestação única, no montante de 37.076,00 € (trinta e sete mil e setenta e seis euros)».

A Associação Protetora dos Pobres é uma Instituição Particular de Solidariedade Social que desenvolve atividades da área da segurança social, orientando a sua intervenção no apoio aos grupos mais carenciados e desprotegidos, ao nível da satisfação das suas necessidades básicas, de alimentação, saúde, higiene, vestuário e ocupação.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here