Instituições lusas distinguem Orquestra Sinfónica de Clarines

Um concerto sinfónico deleitou os membros da comunidade lusitana e sociedade em geral

0
784

A delegação regional da Associação de Luso Descendentes da Venezuela e a Fundação Luso Venezuelana de Clarines,

entregaram um reconhecimento à Orquesta Sinfónica Juvenil e Infantil de Clarines, no passado sábado, 27 de Fevereiro, na capital do Município Bruzual, situado na região oeste do Estado Anzoátegui.

O acto contou com a actuação da orquestra, no Boulevard Vista Alegre da povoação de Clarines, onde se destacou a presença de muitos comerciantes da comunidade portuguesa, em conjunto com habitantes do sector Pedro Medina. O evento também contou com o apoio da Direcção da Casa da Cultura, liderada por Clara Santamaria.

O representante de ambas associações, Juan Abel Gonçalves de Lima, assegurou que as actividades da Orquestra Sinfónica terão todo o apoio da Direcção Regional da Associação de Luso Descendentes e dos portugueses radicados na região.

“Continuo convidando a comunidade portuguesa para participar neste tipo de eventos, para continuar fortalecendo os nossos laços entre Portugal e a Venezuela”, disse, enfatizando que este grupo de música clássica tem apoiado a Aosludeven em diferentes projectos.

Recordou que previamente foram interpretados os hinos da Venezuela e de Portugal durante a segunda edição da Copa de Futbol Sala “Dia de Portugal” e em homenagem a Santo António de Pádua.

A Orquestra, composta por 48 membros, conformados por crianças e jovens, executou um concerto sinfónico que constou de três partes: uma clássica, uma de música popular e outra de folclore venezuelano, dirigido pelo professor Eustiquio Gualdrop.

Refira-se que o Sistema Nacional de Orquestras da Venezuela, fundada pelo luso-descendente José António Abreu, está oferecendo gratuitamente actuações nos 21 municípios da entidade federal.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here