Integração plena dos imigrantes é prioridade para o Governo Regional

0
83

A plena integração de todos os que decidem fixar-se na Madeira é prioridade máxima para o Governo Regional garantiu, esta quinta-feira, a Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, durante a sessão de abertura da tertúlia ‘Migrações, Direitos Humanos e Cidadania’.

No evento promovido pela EAPN Portugal, Rita Andrade lembrou o trabalho contínuo da Madeira na “criação e implementação de medidas que facilitam a integração destas comunidades, ao nível da informação e reencaminhamento, educação, saúde, proteção e apoio social, inserção no mercado de trabalho e apoio ao investimento”.

A governante garante que o Executivo madeirense vai dar continuidade à promoção de políticas de inclusão social, igualdade, não-discriminação e cidadania ativa, no sentido de facilitar a integração plena de quem decide fixar-se na nossa Região, iniciativas onde se inclui o ‘IV Plano Regional de Igualdade e Cidadania’ que tem, entre inúmeras medidas, a missão de estabelecer parcerias com os diferentes organismos públicos regionais, nacionais e internacionais.

“É também muito importante que a Região saiba aproveitar as competências destes migrantes, quer seja ao nível das habilitações académicas e do conhecimento que trazem, quer seja ao nível do empreendedorismo e da sua capacidade de investimento”, sublinhou ainda a Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania.

Para Rita Andrade, mais do que nunca, a paz mundial e a evolução social dependem do saber aceitar as diferenças, sejam de género, etnia, língua, religião ou cultura.

“Valorizar a diversidade cultural existente na Região, garantindo o necessário diálogo intercultural é, por si só, um pilar fundamental do nosso desenvolvimento, numa atualidade fortemente marcada pela globalização e pelas migrações”, concluiu a secretária regional.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here