Jazz e pintura tomam conta do Consulado Geral de Portugal na Venezuela

O sexteto da Universidade de Carabobo deliciou a assistência

0
627

O sexteto da Universidade de Carabobo organizou um concerto de Jazz nos jardins do Consulado Geral de Portugal em Valencia na quinta-feira passada, dia 20 de maio. O momento foi o mais indicado para a inauguração da exposição “Retrospetiva”, de Carolina Méndez.

O Cônsul Geral de Portugal em Valencia, João Brito Câmara, deu as boas-vindas aos presentes e agradeceu a grande adesão à iniciativa, principalmente à Universidade de Carabobo por oferecer esta noite de Jazz. O concerto decorreu cm sala cheia, sendo que o grupo foi muito aplaudido. O diretor do sexteto, José António Camacho, explicou que o grupo vai perfazer 50 anos. «Nasceu no dia 14 de junho de 1966 e pertence à Direção de Cultura da Universidade de Carabobo. Esta é a terceira geração e o seu estilo tem sido o de New Orleans ou tradicional, embora aos nossos estudantes tenhamos ensinado as diferentes variantes de uma forma didática», sublinhou Camacho.

O Cônsul Geral inaugurou a exposição “Retrospetiva” da artista plástica María Carolina Méndez Fernándes. «Tenho-me dedicado durante 18 anos à arte visual plástica. Como vocês têm observado, ‘Constelación Sanguínea’ é a experiência vivida ao estar dentro de um simulador biológico e observar o comportamento do corpo humano; de imediato o traduzi para a tela. Igualmente, quando realizei mergulho, observei a vida no fundo do mar, onde os corais me inspiraram tanto que de imediato pintei o quadro ‘Constelaciones Coralinas’, explicou a artista.

[quote_box_center]Jazz no Teatro Municipal
O programa das comemorações dos 50 anos do Sexteto de Jazz da Universidade de Carabobo continuará no dia 31 de julho, no Teatro Municipal de Valencia, onde o grupo apresentará a obra teatral “Um passeio pelo Jazz”, constituída por 17 músicos e 12 bailarinas.[/quote_box_center]

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here