Liga portuguesa é 33.ª entre 60 na aposta em jogadores jovens

0
39

A liga portuguesa surge no 33.º lugar entre 60 campeonatos analisados quanto à percentagem de minutos dados a futebolistas com menos de 21 anos desde 1 de janeiro de 2021, indica o mais recente relatório semanal do Observatório do Futebol (CIES), publicado esta segunda-feira.

Numa análise que envolve os últimos 15 meses, até 21 de março de 2022, o principal campeonato português surge com uma percentagem de 6,3 quanto aos minutos dados a jogadores que, à data de utilização, ainda não tinham completado 21 anos de vida. Aparece à frente de duas das «big-5», as cinco principais ligas europeias, no caso a Premier League inglesa (4,4 por cento) e a liga espanhola (4,2 por cento).

No topo da hierarquia surge a primeira liga da Venezuela, com 18,8 por cento, seguida, no pódio, pela liga da Dinamarca (16,5 por cento) e da liga da Áustria (13,3 por cento). Já a liga da Arábia Saudita é a que menos percentagem de minutos deu a jogadores com menos de 21 anos (1,6 por cento).

O campeonato português teve em análise, neste estudo, um total de 450 jogos e surge, no que toca à média de idades total dos jogadores em campo, com um total de 26,5 anos. Nesta estatística, a Croácia apresenta a média de idades mais baixa (25,3 anos) e a liga do Paraguai a média de idades mais alta (28,9 anos).

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here