Luso-venezuelanos vão comemorar os 50 anos do 25 de abril

0
174

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas desafiou, no sábado, o Instituto Português de Cultura a comemorar os 50 anos do 25 de Abril na Venezuela, uma proposta que a direção aceitou.

“Nós desafiámos o Instituto Português de Cultura, para prepararmos, aqui na Venezuela, as comemorações dos 50 anos do 25 de Abril”, disse Paulo Cafôfo à Lusa, lembrando que esta instituição luso-venezuelana conta com o apoio do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e da Direção-geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas.

Paulo Cafôfo afirmou que “os 50 anos do 25 de Abril são para ser comemorados no território nacional, mas também no âmbito da diáspora” portuguesa.

“Há uma ligação direta com esta revolução, porque muitos que saíram do nosso país, saíram pelo país que existia sem democracia, sem liberdade e de um país sem oportunidade”, explicou.

O responsável vincou ser essa uma das razões para se comemorar a data na Venezuela.

«Não podemos deixar também aqui na Venezuela de fazer umas comemorações que relembrem os valores do 25 de Abril, valores que não são demais de referir neste mundo em convulsão», sem esquecer crianças e jovens, bem como os alunos de português, considerou.

Fonte da direção do Instituto Português de Cultura disse à Lusa que “o desafio” foi aceite e que as celebrações dos 50 anos do 25 de abril vão começar já em novembro, com uma exposição numa universidade local sobre a Revolução dos Cravos.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here