Maduro confiante de que vai ganhar as eleições contra “conspirações da oposição”

0
48

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, mostrou-se hoje confiante de que vai ganhar as eleições presidenciais contra as alegadas tentativas de assinato que o Governo e o Ministério Público atribuem ao principal bloco da oposição.

“Povo da Venezuela, diante de qualquer invenção imperialista e oligárquica peço-vos calma e sanidade, nervos de aço, máxima unidade e mobilização militar, que a equipa vença e vamos vencer por bem ou por mal”, disse o Presidente venezuelano diante de milhares de chavistas reunidos em Caracas, capital da Venezuela.

Durante um evento comemorativo dos 32 anos do golpe de Estado fracassado liderado por Hugo Chávez (1999-2013), o Presidente reiterou que alguns “sobrenomes da oposição”, entre os quais mencionou o da candidata presidencial antichavista María Corina Machado, não aprendem a lição e procuram promover a violência.

“Se não respeitarem, temos de estar preparados para fazê-los respeitar uma união civil e militar, preparados para qualquer surpresa, preparados para qualquer invenção”, insistiu.

Nicolás Maduro adiantou que o parlamento – controlado pelo chavismo – começará segunda-feira a preparar, em conjunto com vários setores do país, uma proposta de calendário para as eleições presidenciais deste ano, cuja data ainda não foi definida e que será apresentada esta semana ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE).

“O povo organizou-se para ganhar as eleições presidenciais deste ano (…) Quando a CNE convocar, estaremos preparados”, garantiu.

O líder chavista anunciou que no dia 16 de fevereiro lançará um programa social denominado “Missão Viva Venezuela” que visa “resgatar valores, música e danças”, enquanto no dia 05 de março, dia em que Chávez morreu em 2013, lançará outra missão para garantir a igualdade sem, contudo, avançar mais detalhes.

Dejar respuesta

Please enter your comment!
Please enter your name here